Anedotas 1
 
A cena passa-se num tribunal americano e o advogado questiona o perito médico que efectuou a autópsia.
Q. Então foi o senhor que fez a autópsia ?
R. Fui sim senhor
Q. E tem a certeza que aquando da autópsia a vítima já estava morta?
R. As autópsias só se praticam em cadáveres...
Q. Pois, pois. Mas como pode ter a certeza que a vítima estava realmente morta?
R. Por ter o cérebro dela à minha frente num frasco.
Q. (pausa) Pois, mas, repare bem, seria possível que a vítima, mesmo sem cérebro, não estivesse morta?
R. Perfeitamente, é mesmo muito provável que ande por aí a exercer advocacia.
O Governo já decidiu fazer a terceira ponte sobre o Tejo: vão dar Viagra ao Cristo-Rei !
O problema é onde é que a ponte vai desaguar: nos Prazeres, na Buraca, ou no Rego ?
Fizeram, num país da Europa, um concurso para premiar a melhor polícia do mundo. 
Primeira bateria, concorriam a Inglaterra , os Estados Unidos e o Brasil (representado pela polícia de Diadema). Tarefa: soltariam um coelho na Mata e , um de cada vez , capturaria o seu coelho . Quem o fisesse em menos tempo era o vencedor .
A primeira a ser testada , a Inglaterra. Soltaram o coelho que imediatamente se embrenhou na mata . O policial inglês foi atrás do animal . Lupa na mão, bonezinho a Sherlock Holmes , faro aguçado... em 1 minuto de 35 segundos voltou da mata  com o coelho na mão . Bravos !!! 
Chega a vez do americano . Pinta no pedaço aquele cara de cabeça raspada , vestindo um macacão de nylon cheio de adesivos , mascando chicletes , com uma potente metralhadora na mão, dessas que cospem raios, entra em seu Helicóptero azul , sobe, sobrevoa a floresta e... em não mais que 1 minuto , regressa com o seu coelho . Viva!!! 
Por fim o policial brasileiro, da força policial de Diadema (calcas jeans, camisa estampada, pochete,óculos "rayban", balanço( ginga) no corpo , aquele ar de malandro e se mete selva a dentro. Trinta segundos depois , ei-lo de volta , arrastando um porco todo machucado , sangrando ... "Mas isso não é um coelho!..." . "Tá certo ! mas ele confessou que era..." responde o policial.
Um beirão, a viver há vários anos em Beja, sempre que ia à barbearia do ti Manel contava uma piada de alentejanos. O barbeiro, puto da vida, um dia encostou-lhe a navalha ao pescoço e disse::
- Hoje, ou você me conta uma piada que o alentejano leva a melhor ou corto-lhe o pescoço!
E o beirão, meio assustado:
- Tá, tá bem! Era uma vez um beirão e um alentejano que resolveram assaltar um banco. Só que no meio do assalto a polícia apareceu e os dois fugiram pelas traseiras. Com a policia atrás, encontraram dois barris. Um barril cheio de merda e outro barril cheio de mel. E aí o alentejano, como era mais esperto, entrou no barril de mel e o beirão, otário, entrou no barril de merda.
Isso foi o bastante para o alentejano rir a bandeiras despregadas enquanto terminava o corte do cabelo. Riu tanto que nem lhe cobrou o corte. Só que quando o beirão, já na rua, se ia embora, quis saber:
- E depois?
E o beirão, apressando o passo:
- Depois a polícia prendeu os dois... meteu-os na mesma cela e obrigou um a lamber o outro!
Nasceu uma criança branca numa aldeia africana. O chefe ficou uma fera e mandou chamar o missiánario que era o único homem branco por ali.
- Meu filho, pra tudo nesse mundo tem uma explicação...
E o chefe:
- Acho bom o senhor explicar mesmo, porque o chefe estar puto. 
E o missionario comecou em sentido alegórico:
- O chefe está vendo aquele rebanho de ovelhas ali?
- Estou e daí?
– Diga-me, chefe, todas são brancas menos uma. Como o senhor explica isso?
O chefe levou um susto, olhou para um lado, pró outro e disse baixinho pró missiánario:
- Entendi. Chefe livra cara de missionário, missionário livra cara de chefe.
Um fulano encontra uma linda garota e concorda passar a noite com ela mediante o pagamento de 500 euros. Mas na hora de pagar, ele descobre que está sem dinheiro, e diz que vai mandar-lhe um cheque assim que chegar ao
escritório. Para a secretária não desconfiar, ele combina que diria ser o pagamento pelo "aluguer do apartamento". Só que ao voltar ao escritório, ele acha que 500 euros é um pouco caro para uma noite com a moça, e decide mandar apenas 250 euros. No envelope, ele pede à secretária acrescentar o seguinte bilhete:

Prezada Senhora, 
Em anexo a esta segue um cheque de 250 euros pelo aluguer do apartamento. Não estou enviando o valor acertado porque quando aluguei o apartamento eu imaginava que:
1) ele nunca tivesse sido ocupado
2) ele tivesse aquecimento
3) fosse menor, de modo a me sentir em casa

Ao receber a carta, a moça imediatamente devolve o cheque acompanhado de um bilhete:

Prezado Senhor,
Em primeiro lugar, não posso entender como o senhor espera que um bonito apartamento como o meu fique vago indefinidamente. Com relação ao segundo item, o apartamento possui aquecimento, o senhor é que não soube ligá-lo. Quanto ao espaço, ele é totalmente adequado, e se o senhor não tem mobília suficiente para preencher o espaco, não culpe a proprietária!

Um sujeito de cabelo comprido, tipo hippie, senta-se no primeiro assento de um autocarro ao lado de uma freira excepcionalmente bonita. Com a maior cara de pau ele vira-se para ela e pergunta se ela faria amor com ele. A freira, surpresa, declina do convite educadamente e desce do autocarro na paragem seguinte.
O motorista, que, sorrateiramente, ouviu o diálogo, diz ao hippie:
- Eu sei como você pode comer esta freira.
O hippie responde que adoraria saber como, e o motorista conta que todas quartas-feiras à meia-noite ela vai ao cemitério para rezar. 
Como você tem cabelos compridos e barba como Jesus Cristo, você só tem que vestir uma túnica branca e cobrir seu rosto com um gel que brilha no escuro. Ela vai pensar que você é Jesus e você pode ordenar-lhe que faça sexo com  você.
O hippie acha uma boa ideia, e na quarta-feira seguinte vai ao cemitério vestindo a túnica e com a cara pintada e espera a freira chegar.
Meia-noite em ponto, ela chega e começa a rezar. O hippie aparece repentinamente, saltando de trás de um túmulo e diz, em voz alta e forte:
- Eu sou JESUS. Ouvi suas preces e elas serão atendidas. Mas antes você vai ter que fazer sexo comigo.
A freira suspira e concorda, mas pede que seja sexo anal, porque quer manter sua virgindade por causa dos votos. O hippie aceita e executa sua função, pelo canal escolhido...
Depois de tudo terminado, ele não resiste e limpa o rosto, dizendo:
- Haha! Eu sou aquele que esteve ao seu lado no autocarro!
A freira retira o veu e diz:
- Hahaha! E eu sou o motorista daquele autocarro!
O garoto de 15 anos chega à farmacia e pede uma camisinha.
O farmaceutico olha para o rapaz com olhar indignado.
- É que eu vou jantar na casa da minha namorada - justifica-se o garoto - e nunca se sabe... de repente, pode rolar um clima...
O farmaceutico entrega o preservativo para o rapaz, este paga e vai embora. Cinco minutos depois está de volta e pede outra camisinha.
- Lembrei-me que a prima da minha namorada também vai lá estar... e ela é muito bonita! Talvez ela se interesse por mim... acho melhor garantir!
O rapaz embolsa a segunda camisinha e vai embora. Logo depois está de volta.
- Sabe, moço! Eu estive pensando e acho que seria melhor eu levar mais uma. Eu ouvi que a mãe dela gosta de rapazes novos e quem sabe ela também se interesse por mim.
À noite, no jantar com a namorada, a família toda reunida à mesa, o rapaz permanece o tempo inteiro no mais absoluto silêncio.
A certa altura a menina cochicha para o rapaz:
- Puxa, querido! Tu não disseste uma única palavra! Não sabia que eras tão tímido!
- E e não sabia que o teu pai era farmacêutico!!!
Sara, menina bonita, era filha de Jacob e Esther. Cansada da vida, do incrível prazer de não fazer nada, sem perspectiva de melhorar sua vida, econômica, financeira, política, social, amorosa e coisa e tal, resolveu sair de casa, apesar dos protestos dos seus amantíssimos pais.
Sumiu ! Ninguém mais soube dela. Escafedeu-se!
Um dia (há sempre um dia), muitos anos após o abandono do lar Sara telefonou ao seu pai dizendo-lhe que estava de regresso. 
Jacob volta-se para Esther e lhe diz:
- Zara, fem foltando, Esther ! Maz eu estar ficando muita trizte !
- Porque, Jacob !
- Ela dizer prá eu que zer acora prostituten !
- Oh ! Oh ! (uma seqüencia de ohs! sucessivos)
A tarde chegando trouxe consigo também Sara. Entra em casa como um foguete (êta figurinha de linguagem, como seria entrar em casa como um foguete ? Depressa ? Soltando puns ? Explodindo ? Deixa prá lá...), com os dedos cobertos de jóias, longos colares de diamantes (ou seria "de amantes" ?), de ouro, pulseiras mil (um pouco de exagêro...) valiosíssimas, com um vestido longo de "griffe", casaco de "vison". Seguindo-a vem um motorista chinês (sempre assim...contam os filmes...) com uma farda bem talhada (talhada = bem cortada e costurada pelo alfaiate), carregando inúmeras malas, adereços e outras bagagens.
Com a porta aberta Jacob e Esther vêem, parado à frente da casa, um Rolls Royce "Silver Shadow", novíssimo (alguém já viu um carro destes, velho ?). Espantado, Jacob pergunta a Sara:
- Filinha, meu, que falar na telephone ?
- Ora, papai, eu lhe disse que agora eu sou uma prostituta !
Jacob olha para Esther, Esther olha para Jacob, Jacob olha para Sara, Esther olha para Sara, Jacob olha para as jóias de Sara, Esther olha para as jóias de Sara (é, tá ficando meio chato, se fosse em filme estaria melhor, concordo !) Jacob olha para as malas que Sara trouxe e para o Rolls Royce, Esther olha para as malas que Sara trouxe e para o  Roll Royce, Jacob olha para Esther, Esther olha para Jacob, Jacob abre um longo sorriso e diz:
- Esther, nom falar prá fozê que o ligazón telephonic zer muito ruim ?
- ???? (com cara de espanto, Esther).
Continua Jacob:
- Oh ! Oh ! Oh ! Noz entender que fozê, filha meu, dizer que zer acora:
PROTEZTANTE !
Um viajante está andando por uma região da África infestada de canibais.
De repente , no meio da mata ele se depara com uma loja, super chic, especializada em cérebros humanos.
E pergunta pro vendedor:
- Meu amigo, uma loja , no meio da selva, vendendo cérebros?
- É a globalização. Não dá para ficar parado. Tem que se especializar. 
- E quanto custa um cérebro?
- Depende. Cérebro de juiz é a 10 euros o quilo, cérebro de notário custa 15 euros o quilo, de conservador sai por 20 euros o quilo, e de advogado 50 euros o quilo.
- Nossa! Peraí, o quilo do cérebro de advogado é mais caro do que o de juiz, conservador e notário?
- Tá brincando? Sabe quantos advogados você tem que matar pra conseguir um quilo de cérebro?
Um coelhinho vinha correndo pela floresta, todo revoltado, gritando: Urso filho da puta! Urso filho da puta! Urso  filho da puta!
Ao cruzar-se com um esquilo, este pergunta: O que foi que te aconteceu, coelho?
E o coelho responde: O urso filho da puta! Aquele urso é um filho da puta!
E o esquilo pergunta: Mas porquê, coelho? O que foi que ele fez?
O coelho responde: Ele perguntou se eu soltava os pelos. 
E o esquilo diz: E o que é que isso tem de mal?
O coelho responde: Quando eu disse que não soltava, o filho da puta limpou o cú comigo! Urso filho da puta!
Um casal de judeus , ambos com 67 anos, chega ao consultório de um terapeuta sexual.
O médico pergunta:
- O que posso fazer por vocês?
O homem responde:
- Você poderia ver a gente transando?
O médico olha espantado, mas concorda.
Quando a transa termina, o médico diz: 
- Não há nada errado na maneira como vocês fazem sexo.
E cobra 25 euros pela consulta.
Isto repete-se por várias semanas: o casal marca um horário, faz sexo sem nenhum problema, paga ao médico e deixa o consultório. Finalmente, o médico resolve perguntar:
- Afinal, o que é que vocês estão tentando descobrir?
O velho diz:
- Nos não estamos tentando descobrir coisa alguma. Ela é casada e eu não posso ir a casa dela. Eu sou casado e ela não pode ir à minha casa. No Holiday Inn um quarto custa 60 euros. No Hilton custa 78. Nós transamos aqui por 25 euros e eu ainda sou reembolsado em 20 pelo serviço nacional de saúde!
Um casal vai em lua-de-mel para o Algarve. No voo a garota diz que tem uma confissão a fazer: o motivo pelo qual nunca aceitou fazer sexo antes do casamento. É que ela não tem seios, e ficou com medo que o namorado não  quisesse casar.
O noivo responde que ela não precisa preocupar-se, que afinal eles se amam, e que sexo não é tudo no casamento..
Pouco depois, é o noivo que diz que tem uma confissão a fazer.
Ele mostra a braguilha, e diz que o que ele tem logo abaixo é como um bébé; ele também não queria revelar antes do casamento com medo que ela rompesse o noivado.
A noiva responde que ele não precisa preocupar-se, que afinal eles se amam, e que sexo não é tudo no casamento.
Já mais aliviados por terem contado seus segredos, os dois vão para o hotel, feito dois pombinhos apaixonados.
Quando vão para a cama, a noiva tira a roupa e, realmente, não tem seios. É plana como uma tábua! O noivo tira suas roupas também. A noiva dá uma olhada no noivo nú e cai no chão, desmaiada. Quando volta a si, o noivo diz:
- Mas eu avisei-te no avião! Porque é que desmaiaste?
– Tu disseste que era como um bébé - respondeu ela.
E ele diz:
- Pois é... 3 kg e 50 cm!
- Pai, preciso fazer um trabalho na escola, você pode me ajudar?
- Claro, meu filho, qual é o assunto?
- O que é a política, pai?
- Bem, vou usar a nossa casa como exemplo: Sou eu quem traz dinheiro para casa, então eu sou o CAPITALISMO. Sua mãe administra (gasta!) o dinheiro, então ela é o GOVERNO. Como nós cuidamos das suas necessidades, então
você é o POVO. A empregada é a CLASSE TRABALHADORA. E seu irmãozinho neném é o FUTURO. Entendeu, meu filho?
- Mais ou menos, pai, vou pensar....
Naquela noite, acordado pelo choro do irmãozinho, o menino foi ver o que havia de errado. Descobriu que o neném tinha sujado a fralda e estava todo emporcalhado. Foi ao quarto dos pais e a mãe estava num sono muito pesado. Então, foi ao quarto da empregada e viu, através da fechadura, o pai na cama com a empregada. Como os dois nem percebiam as batidas que o menino dava na porta, ele voltou para o quarto e dormiu.
Na manhã seguinte, no café da manhã, o menino falou pró pai:
- Pai, agora acho que entendi o que é política.
- Ótimo filho! Então explica-me com as tuas próprias palavras...
- Bom, pai, ontem à noite eu percebi que enquanto o Capitalismo fode a Classe Trabalhadora; o Governo dorme profundamente; o Povo é ignorado e o Futuro fica na merda!
Joaozinho e Mariazinha, ambos com 5 anos, estão a brincar de de "mostra o teu primeiro que eu mostro o meu depois". Mariazinha, vendo a parte da anatomia do Joaozinho que ela não tem, pergunta:
- O que que é isso?
- Isto é o meu pinto! - responde Joaozinho. Então Mariazinha comenta:
- O meu papai tem dois desses. Um pequeno, que usa para fazer xixi e um outro grande, para escovar os dentes da empregada.
O empregado entrou na sala do patrão, com ar tímido e disse:
- Doutor, o senhor me desculpe, mas já faz três meses que eu não recebo meu salário!
- Tudo bem, Sr. Almeida! Está desculpado!
Um homem muito rico tinha 3 namoradas e não sabia com qual delas deveria se casar. Decidiu fazer um teste com elas, dando a cada uma 500 contos para que gastassem como quisessem. A primeira delas foi até um shopping e comprou roupas novas para ela, fez o cabelo, pedicure, manicure, etc, voltou e disse ao homem: "eu gastei o dinheiro assim para parecer mais bonita e te agradar. Tudo isto porque eu te amo".
A segunda foi até ao shopping e comprou roupas novas para ele, um CDPlayer, um televisor, tacos de golfe e filmes porno, deu-lhe tudo e disse: "eu gastei o dinheiro com estes presentes para te fazer mais feliz. Tudo isto porque eu te amo".
A terceira pegou no dinheiro e o investiu no mercado de acções, dobrou os investimentos, retornou os 500 contos ao homem e reinvestiu o resto. E disse-lhe: "eu investi o resto do dinheiro para o seu futuro. Tudo isto porque eu te amo".
Então o homem pensou longamente sobre como cada uma gastou o seu dinheiro e, baseado nisso, com qual delas se deveria casar.
Pensou, pensou e pensou. Então casou-se com aquela que tinha a bilha mais gostosa.( enfim uns gostam de bilhas, outros de mamas, outros de r.., etc)
O AMOR NÃO É LINDO???
Um homem está a conduzir por uma auto-estrada deserta, quando vê um cartaz na berma da estrada que diz: IRMÃS DA MISERICÓRDIA CASA DE PROSTITUIÇÃO - 10 Km. 
Pensa que foi só um relâmpago da sua imaginação e continua atento à estrada sem mais pensamentos. De repente encontra outro cartaz que diz: IRMÃS DA MISERICÓRDIA CASA DE PROSTITUIÇÃO - 5 Km e chega à conclusão que esses cartazes são reais. Quando passa pelo terceiro sinal que diz: IRMÃS DA MISERICÓRDIA CASA DE PROSTITUIÇÃO PROXIMA À DIREITA,  uma grande curiosidade apodera-se dele e vai até à estranha casa.
Pára o carro no estacionamento e avista uma pequena casa de pedra com um pequeno sinal na porta dizendo IRMÃS DA MISERICÓRDIA. Ssobe as escadas e toca à campainha. A porta é atendida por uma freira num longo e negro
hábito que lhe pregunta: 
"O que podemos fazer por ti, meu filho?" Ele responde: 
"Eu vi os cartazes ao longo da estrada e estou interessado em fazer negócio."
"Muito bem, meu filho. Segue-me por favor." 
E é conduzido por várias salas e corredores, e cedo fica desorientado. A freira pára perto de uma porta fechada, e diz ao homem:
"Por favor bata a essa porta". 
Ele faz o que ela lhe disse e a porta é atendida por outra freira num longo hábito segurando uma caneca de lata. Esta freira diz-lhe, "Por favor ponha 10000$00 na caneca, depois vá até ao fim deste corredor até uma porta larga de madeira" 
Ele tira duas notas de cinco contos da sua carteira e coloca-as na lata da freira. Crre um pouco até ao fim do corredor e passa pela porta, fechando-a atrás dele. Quando a porta bate atrás dele, descobre que voltou ao parque de estacionamento, e lê um outro pequeno sinal que se encontra virado para ele
VAI EM PAZ, ACABASTE DE SER FODIDO PELAS IRMÃS DA MISERICÓRDIA.
Um sujeito entra num bar com seu macaquinho. Pede uma bebida e enquanto a toma, o macaco vai pulando de mesa em mesa. Numa das mesas pega umas azeitonas e engole-as. Numa outra mesa pega umas fatias de limão e engole-as. Finalmente, pula na mesa de snooker, pega uma bola, enfia-a na boca e engole-a. 
O dono do bar grita para o dono do macaco:
- Você viu o que seu macaco fez?
- Não, o que foi?
- Ele comeu uma bola de snooker inteira!
- Bem, isso não me surpreende. Ele come tudo o que vê. Pode deixar que eu pago a bola de snooker e as outras coisas que ele comeu.
Termina a bebida, paga e sai. Duas semanas depois, entra no bar novamente com seu macaquinho. Pede uma bebida e o macaco vai pulando de mesa em mesa. Enquanto ele está a tomar a sua bebida, o macaco encontra umas cerejas no balcão. Pega uma, enfia no rabo, pega de volta e a come. O dono do bar está enojado...
- Você viu o que seu macaco fez desta vez?
- Não, o que foi?
- Bem, ele enfiou uma cereja no rabo, tirou-a e engoliu-a!".
- Isso não me surpreende, desde que ele engoliu aquela bola de snooker, que mede tudo antes de comer!
Moisés, Jesus e um velhinho de barba estão a jogar golfe.
Moisés pega no seu taco e manda a bola. Ela sobe numa bela parábola e cai directamente dentro do lago. Moisés não se preocupa: levanta o taco e as águas abrem-se, deixando-lhe a passagem para dar uma nova tacada.
Em seguida, é a vez de Jesus. Ele pega o seu taco e, numa parábola perfeita (afinal, parábola é sua especiailidade),  manda a bola para o lago, onde cai numa vitória-régia. Sem se abalar, Jesus caminha sobre a água até à bola, e dá a tacada seguinte.
O velhinho pega o seu taco e, num gesto de quem nunca jogou golfe na vida, manda a bola por cima da cerca. A bola acaba pulando sobre um camião e daí numa árvore. Da árvore, a bola cai no telhado de uma casa, rola pela calha, segue pelo ralo, vai até à boca-de-lobo de onde é lançada num canal que a manda para o lago acima mencionado. Chegando no lago, ela esbarra numa pedra e pula para a margem onde finalmente pára. Um grande sapo que está ao lado engole a bola. E de repente, lá do céu baixa um gavião que pega o sapo com a bola. Voa por cima do campo de golfe, e o sapo acaba vomitando a bola que cai perfeitamente dentro do buraco!
Moisés vira-se para Jesus e diz: 
Odeio jogar com o teu Pai!
Era uma vez, num inverno muito frio, um tordo que estava poisado num ramo há três dias, à espera que parasse de nevar. E pensou assim: “Se fôr à procura de comida, o mais certo é morrer, mas se ficar aqui morro de certeza.” Por isso levantou voo, mas pouco adiante ficou sem forças e pousou na neve. Como continuava a nevar, depressa ficou quase coberto de neve, começou a congelar e desmaiou. Mas, por acaso, passou por ali uma vaquinha que era amiga dele e deitou-lhe por cima um monte de bosta. O pobre tordo, que não se sentia tão quentinho havia muito tempo, começou a piar de contente. Azar! Um gato que passava por perto ouviu-o e comeu-o.
Desta história há três morais a retirar:
- Quem te cobre de merda não é necessariamente teu inimigo.
- Quem te tira da merda não é necessariamente teu amigo.
- Se estás na merda e te sentes feliz, não abras o bico!
Um homem chega a casa de surpresa e encontra a mulher na cama com um tipo. Furioso, arranca o amante da cama e arrasta-o até à garagem, onde lhe põe o... hmmm... tu sabes o quê... no torno, aperta,  manda a manivela fora, e pega numa serra.
Apavorado, o amante grita:
- Calma, calma! Não vais cortá-lo , pois não?
O marido, com um brilho de vingança nos olhos, responde:
- Eu não, mas tu vais. Vou pegar fogo à garagem.
O surfista malhava, fazia jiu-jitsu e ainda por cima era campeão de surf. Naturalmente, era muito vaidoso. Um dia, ao se olhar ao espelho, viu que suas partes íntimas estavam muito brancas. Não combinavam com o belo bronzeado do resto do seu corpo. E teve uma ideia.
No dia seguinte, foi a uma praia remota, tirou o calçã e enterrou-se na areia, deixando apenas o respectivo de fora.
Nisso veio andando uma velha senhora que, ao se deparar com aquele estranho objeto na areia, falou, numa voz trémula:
Quando tinha 20 anos, eu tinha medo dessa coisa. Quando tinha 40 anos, eu queria mais e mais dessa coisa. Quando tinha 60 anos, eu tinha que pagar para ter essa coisa. E hoje que eu tenho 80, essa porra cresce em qualquer lugar!
- Sabes que em Portugal já há substituto para o Viagra ?
- Não, não sei, qual é 
- É o V.A!
- V. A.? 
- Sim, Vale e Azevedo. Por onde passa deixa tudo teso ...
Um alentejano chega a casa a correr e exclama:
- Maria, ganhei o totoloto. Faz as malas.
- E levo roupa de verão ou de inverno?
- Leva todas, vais para casa da tua mãe!
 Um casal encontra um Poço dos Desejos. O homem inclina-se no muro e atira uma moeda.
A mulher decide fazer o mesmo, mas inclina-se demais, e cai dentro do poço.
O homem fica espantado, e depois sorri: "e não é que funciona?".
Um caçador foi pró Alaska caçar ursos. Depois de vários dias, conseguiu avistar e abater um urso grande. Assim que acertou o tiro, sentiu uma tapinha nas costas. Virou-se e viu um urso maior do que o que ele havia abatido que disse: 
-"Você não devia ter feito isso. Você matou um dos meus semelhantes. Agora vai ter que pagar, mas pode escolher: Você morre também ou vai tirando as calças e ficando de bruços!!!" 
O caçador, depois de pensar muito, decidiu que a morte seria radical demais, baixou as calças e virou-se de quatro paro urso. 
Durante um ano, o caçador jurou vingança ao urso que o havia violentado. Na estação de caça seguinte, voltou ao Alaska e foi procurá-lo. Depois de vários dias, finalmente encontrou-o e matou-o. Logo depois, sentiu outra tapinha nas costas. Virou-se e viu um urso gigante, que disse novamente a velha frase: 
- "Você não devia ter feito isso. Você matou um dos meus semelhantes. Agora vai ter que pagar, mas pode escolher:" 
O caçador não podia acreditar!!! Mais uma vez decidiu continuar vivendo e baixou as calças. Depois de mais um ano jurando vingança eterna a todos os ursos, o caçador voltou ao Alaska, procurando o urso do ano anterior. Assim que o encontrou, atirou e matou, sentiu mais uma tapinha nas costas. Quando se voltou, deparou-se com o maior e mais assustador urso que já havia visto na vida inteira, quatro metros de altura, peludo, dentes enormes. A fera olhou para o caçador e com um olhar aterrador disse:
- "Fala a verdade, você não vem aqui para caçar, pois não???"
 Evite os vírus... Ferva o computador antes de usar!
 Depois de um dia inteiro de caminhada, o caçador e seu guia chegam finalmente ao pico da montanha. À noite, em torno da fogueira, os dois conversam: 
 - Sabe, Remiro, você é um grande guia e me inspira total confiança, mas fico pensando uma coisa: se por acaso eu sofresse algum acidente ou ficasse doente, como você faria para me levar de volta para a cidade, eu com os meus 90 quilos.
 - Nenhum problema, patrão. No ano passado, desci sozinho esta montanha levando nas costas um javali de quase 200 quilos.
 - Duzentos quilos? Sozinho? Como você fez isso?
 - Umas dez viagens, patrão.
 O garotinho entra eufórico em casa:
 - Mamãe, hoje a professora deu aula de sexo!
 - E o que você achou?
 - Legal! Pena que as carteiras são tão desconfortáveis... 
 Dois homens bebem num bar:
 - Nunca transei com a minha mulher antes do casamento. E você?
 - Não me lembro... Qual é mesmo o nome dela? 
 O pai estava passeando com o filhinho. A certa altura, o garoto perguntou:
 - Pai, o que é electricidade?
 - Bem, não sei ao certo - respondeu o pai. - Tudo o que sei é que é algo que faz as coisas funcionarem.
 Mais adiante, o menino fez outra pergunta.
 - Pai, como é que a gasolina faz os motores funcionarem?
 - Não sei, filho. Não entendo nada de motores.
 Depois de curto intervalo, o garoto novamente:
 - Pai, por que o asfalto brilha como se estivesse molhado, nos dias de calor?
 - Não sei, não entendo de pavimentação.
 Outras perguntas se seguiram, com quase os mesmos resultados. Por fim, o garoto perguntou:
 - Pai, você não se aborrece quando faço todas essas perguntas?
- Claro que não, filho. De que outra forma você aprenderia alguma coisa? 
 Quando bateram à porta, a D. Antónia foi ver quem era e, qual não foi o seu espanto, quando surgiu um homem a fazer-lhe a seguinte proposta:
 - Se me mostrar os seios, dou-lhe quarenta contos.
 A mulher ficou chocada, mas como estava no fim do mês e o $$$ já era pouco, diz-lhe:
 - Está bem, aceito.
 O homem dá-lhe os quarenta contos e faz-lhe outra proposta:
 - Agora, se me mostrar o sexo dou-lhe oitenta contos.
 Aqui a mulher ficou à toa, mas como era só mostrar, acaba por concordar.
 Mais tarde, quando o marido regressa a casa diz à mulher:
- Querida, veio cá a casa, esta tarde, um sujeito lá da empresa entregar o meu ordenado? 
 - Senhor doutor, o que é que eu tenho?
 - Olhe, agora de repente é difícil de dizer, mas depois da autópsia logo se descobre...
 Um homem foi ao médico para este lhe aumentar o tamanho do pénis. Ora, este procedimento envolvia o transplante de uma tromba de elefante bebé para o pénis do homem.
 Radiante, o homem levou a sua namorada para jantar num restaurante fino. Depois do aperitivo o pénis do homem saiu-lhe das calças, apalpou a mesa, agarrou um pãozinho e desapareceu rapidamente debaixo da toalha. 
 A rapariga estava espantada e perguntou: 
 - "O que era aquilo?"
 De repente o pénis regressou, pegou noutro pãozinho e desapareceu rapidamente.
 A rapariga ficou silenciosa por alguns instantes, e finalmente disse:
 - "Não acredito naquilo que vi... podes repetir?"
 Com um sorriso de desconforto o homem respondeu:
 - "Querida, eu gostaria, mas penso que o meu cu não aguenta outro pãozinho!" 
 Estava um carteiro a distribuir cartas num bairro pela altura da Páscoa e como ele já era conhecido na zona as pessoas custumavam dar-lhe algum dinheiro.
 Ele ia de porta em porta e recebia 500$, 1000$00 até que chegou a uma porta em que uma loira de 1.90m o atendeu e disse-lhe para entrar. Ele lá entrou, e ela disse-lhe para subir com ele para o quarto, e lá foram os dois e começaram a fo**r.. 
 Quando acabaram ela puxou da carteira e deu-lhe 100$00.
 O carteiro não entendeu e perguntou porque tinha feito aquilo:
- Foi o que o meu marido me disse para fazer: Fode o carteiro dá-lhe 100$00! 
 Um português e um espanhol engatam duas garotas, vão para quartos contíguos, e combinam que pagará todas as despesas aquele que menos vezes conseguir ter relações sexuais com a rapariga.
 -JÁ CÁ VAI A PRIMEIRA!! - diz o português batendo na porta do outro.
 -E MIM DOBRA! - responde o espanhol.
 O outro ficou admirado pela rapidez do espanhol, faz um esforço e grita:
 -JÁ DEI A SEGUNDA!
 -E MIM DOBRA! responde o espanhol novamente.
 E veio a terceira, quarta, quinta e sempre o espanhol dizia que dobrava.
 Cansado e exausto e sem poder acreditar na virilidade do espanhol, entra pelo quarto do vizinho e pergunta á rapariga:
 - É verdade que esse tipo já deu dez?
 - Dez? - diz a rapariga - ,Ele ainda não a conseguiu endireitar para a primeira, sequer! Não vale um caracol. Dobra, dobra, e não passa disto! 
 Num autocarro uma senhora começou a gritar:
 - Ladrão! Ladrão! Roubou-me o porta moedas!
 Acodem as pessoas e uma pergunta-lhe:
 - Mas onde é que tinha o porta-moedas?
 -Aqui - diz a senhora, metendo a mão entre a blusa e o seio.
 - Então e a senhora não sentiu o ladrão meter a mão ?
 -Sentir..senti... mas pensei que era com boa intenção. 
 Limpas o cú com a mão direita ou com a mão esquerda?
 Não limpo o cú com as mãos, limpo com o papel! 
 Já ouviste falar no novo paraquedas brasileiro?
 Abre com o impacto. 
 Um indivíduo chega á porta de um baile de máscaras, com as duas mãos a tapar o pénis. À porta, o porteiro pergunta muito admirado:
 - Você vem mascarado de quê?
 - De provérbio!
 - De provérbio??
 - Sim, homem. Mais vale um na mão que dois a voar! 
 Era uma mulher que todos os dias estava na igreja a rezar.
 Um dia, o padre resolveu ir falar com ela.
 - Minha senhora, o que se passa, todos os dias a senhora está aqui a rezar.
 - Sabe senhor padre, eu queria engravidar, mas não consigo, e então venho aqui todos os dias rezar 500 Avé Marias.
 Diz o Padre:
 - E já experimentou um Padre Nosso?? 
 Um vitelo anda a pastar no campo. De repente encontra um luva. Agarra-a e vai a correr para a mãe:
 - Mãe, Mãe, encontrei um soutien!
 Era sábado e a menininha foi confessar:
 -Padre, eu dormi com meu namorado.
 -Pecado minha filha. Pecado. Reza dez avé-marias.
 A menininha foi-se levantando, a deu uma paradinha e voltou-se para o padre.
 -Posso rezar vinte, seu padre?
 -Porquê, minha filha?
 -É que a gente vai passar este fim de semana fora...
 Por altura do aniversario da Avó o neto deu-lhe como presente uma balança de cozinha; e diz:
 - Ó Vó se calhar vocemecê não sabe como é que isto funciona ?
 Ao que a Avó lhe responde toda indignada:
 - Antão nã sei, olhem qu'esta ! Não se está mesmo a ver q'agora marca mê-dia !
 Chefe canibal nervoso à porta da tenda. Nisto, ouve-se um choro dentro da tenda. Mascara de alegria na cara do chefe. De dentro da tenda sai a parteira esfregando as mãos.
 - Parabéns chefe... É um robusto menino de 3,5Kg... quer que embrulhe ou é para comer já?
 - Sensacional! Vinte e oito pessoas enganadas numa cidade. Sensacional!
 Um homem curioso em saber o que era comprou um jornal.
 O jornal estava em branco e o ardina apregoava agora:
 - Sensacional! Vinte e nove pessoas enganadas numa cidade. Sensacional! 
 O presidente Bill Clinton, como parte do seu programa para melhorar o interesse pela natureza, pediu às maiores companhias de informática para participarem num grande projecto multimédia.
 O tema geral era "Elefantes".
 Os trabalhos entregues tinham os seguintes títulos:
 Apple: "Elefantes amigáveis e os seus amigos, os ratos."
 IBM: "Como vender um elefante a quem quer comprar um cavalo de corrida."
 Novell: "Interligar Elefantes."
 Borland: "Todos os elefantes deviam custar 20.000$00."
 NeXT: "Como pintar os elefantes de preto."
 Microsoft: "Porque é que deve comprar o Microsoft Windows."
 Dois amigos encontram-se num bar:
 - Que cara triste é essa, rapaz?
 - Nem queiras saber, estou cá com uma depressão.
 - Tretas. Tenho um remédio óptimo para isso. Quando estou deprimido vou para casa, pego na minha mulher e vou com ela para cama. No instante seguinte estou outra vez óptimo.
 - Boa ideia. Será que a tua mulher está em casa?
 Um cowboy deixa o saloon depois de uns bons tragos, e na hora de montar no cavalo descobre que o animal está com os testículos pintados de verde. Furioso, dá meia volta sobre as botas de bico fino, invade o bar e desafia, aos gritos:
 - Quem foi o imbecil que fez aquilo com o meu cavalo?
 Lá ao fundo, levanta-se um homenzarrão com quase dois metros de altura, barba de uma semana por fazer, dois revolveres na cintura, e berra a plenos pulmões:
 - Fui eu! Porquê, algum problema?
 - Não há problema nenhum! Só vim avisar que a primeira demão já secou. 
 - Onde está o João?
 - Internado no hospital.
 - Não pode ser. Ainda hoje o vi num baile de Carnaval com uma superloira.
 - Pois é! A mulher dele também viu!
 O Manuel vai trabalhar de mordomo:
 - Acorda patrão! Acorda!
 - O que Foi? O que Foi?
 - Está na hora do senhoire tomar o remédio para durmire...
 À noite, enquanto o marido lia o jornal, a esposa comentou:
 - Os nossos vizinhos, o casal que mora a em frente, parecem dois namorados. Ele, sempre que regressa a casa, tenho reparado, traz um presente e, de manhã, ao sair, dá-lhe sempre vários beijos. Por que não fazes o mesmo?
 - Oh querida, mas eu nem sequer conheço a mulher! 
 O rapaz chega a farmácia e pede um afrodisíaco bem forte:
 - Sabe o que é, é' que hoje vou sair com duas raparigas que são umas taradas!
 - Leva este frasco. Podes toma-lo cedo, que demora um pouco a fazer efeito!
 No dia seguinte, o rapaz aparece na farmácia, todo partido, com uma cara de quem não conseguiu dormir:
 - Aai, por favor, dê-me uma ligadura!
 - Pró pénis?
- Não, pró braço! As raparigas não apareceram!
 - Dizes então que o teu cão é muito inteligente.
 - Sim, sim, muitíssimo. Basta que lhe diga: vens ou não vens? E ele ... vem...ou não vem!
 Um brasileiro e dois macacos saem em missão espacial. Do centro de controle na terra o responsável pela missão da algumas ordens aos tripulantes:
 -Macaco 1 , segue a rota xpt0 de acordo com as coordenadas estabelecidas.
 -Macaco 2 , qual a situação da nave
 -Ze ... ,
 -Já sei, dou de comer aos macacos e não mexo em nada - responde o Ze.
 O Brasileiro chega-se ao homem no balcão e diz: 
 -Olhe, eu queria um churrasco.
 -O senhor e Brasileiro, nao é?
 -Sim.. mas o senhor descobriu pelo sotaque ou pelo prato que pedi?
-Bem, é que aqui é o MCDONALD'S!
- A minha avó, coitada, é cega.
- E a minha é Nintendo!
Um tipo que não tinha potência sexual (ainda não havia o viagra) resolveu ir ao médico e este passou-lhe uma receita. O homem foi à farmácia aviá-la e passados dois dias voltou ao médico:
- Então, conte lá coisas.
- Estou  muito desanimado, sr. doutor. Cheguei a casa, tentei com uma mão, tentei com as duas mãos e não consegui nada. Depois chamei a minha mulher que experimentou com uma mão, com as duas, até com a boca ela tentou e mesmo assim não deu resultado. A seguir fui ter com a empregada, pois podia ser falta de jeito. Ela tentou com as mãos, com a boca, tentámos todas as posições e mesmo assim não houve ninguém naquela casa que conseguisse abrir o raio do frasco que o sr. doutor receitou!
Marido: Estou farto. Tu ficas com um lado da casa e eu fico com o outro.
Esposa: Ok, tu ficas com o lado de fora.
… há 45 mil milhões de anos era uma nuvem de poeira…
… há 3 mil milhões surgiu a primeira bactéria…
… depois veio a vida marinha…
… os dinossauros, as aves, os mamíferos…
… e, por fim, há um milhão de anos, o homem!
Agora, em 1998, estou cá eu…
…. O topo da evolução! 
Calvin
Umpadre da província contava no sermão um dos mais famosos milagres de Cristo, a ressurreição de Lázaro.
- … e então, Cristo chegou junto de Lájaro e dixe-le: “Lájaro, alabanta-te e anda!” … e Lájaro alebantou-xe e andeu!
Ouve-se uma voz no fundo da igraja: “E andou! Estúpido!”
Ao que o padre respondeu:
- Pois, andou estúpido durante uns tempos, mas depois paxou!
... e para aqueles que comem com os olhos, foi disponibilizado o viagra em gotas!
A mulher já se tinha casado e divorciado três vezes. O primeiro marido batia-lhe, o segundo fugiu e o terceiro era muito ruim de cama. Então ela resolveu colocar um anúncio no jornal à procura de pretendentes e escreveu algumas linhas ressaltando os defeitos dos maridos anteriores.
No dia seguinte ela vai atender a porta e dá de caras com um sujeito numa cadeira de rodas.
- Eu vim por causa do anúncio no jornal - diz ele.
- Como é que eu posso saber que você está qualificado?
- Eu não tenho braços, portanto não posso bater em você. Eu não tenho pernas, portanto não posso fugir de você...
- E como vou saber que você é bom de cama?
- Com o que você acha que eu toquei a campainha?
Um homem entra num restaurante e vê uma mulher muito bonita sozinha numa mesa. Aproxima-se e pergunta:
- Estou a ver que está sozinha aqui nesta mesa. Posso sentar-me e fazer-lhe companhia? 
Ao que a mulher responde bem alto:
- Motel ? Você está pensando que eu sou o quê?
O rapaz ficou vermelho que nem um perú e saiu de fininho diante dos olhares gozadores de todos no restaurante.
Alguns minutos depois, a mulher levanta-se e vai até à mesa dele.
– Desculpe-me pela forma como eu o tratei ainda há pouco! É que eu sou psicóloga e estou a fazer um trabalho sobre a reação das
pessoas diante de situações inusitadas e...
– Vinte contos? ( interrompe ele, gritando) - Você está maluca? Tudo isso por um programa!!!
...e diz o mostro prá monstar: Vamos fazer um monstrozinho? Não, que estou mostruada!
Ele era o maior hipnotizador do mundo. Os seus espectáculos eram vistos por milhares de pessoas. Numa noite, com o teatro completamente lotado, ele disse:
- Riam! 
E todos começaram a rir, desalmadamente, sem controle, até que ele interrompeu dizendo:
- Chorem!
E toda a gente começou a chorar. 
Quando ia a caminhar para o outro lado do palco, tropeçou no fio do microfone, caiu, bateu com a cara no chão e, furioso, disse:
- Merda!
Foram necessários 20 dias para limpar completamente o teatro!
Dois homossexuais queriam ter um bébé. Arranjaram uma mulher hospedeira e inseminaram-na. Quando o bébé nasceu foram visitá-lo ao hospita.
Todos os bébés estavam a chorar, excepto um. Emocionados, os dois perguntaram à infermeira se era o deles.
- Por acaso é, mas não fiquem demasiadamente impressionados com a tranquilidade deles. Se lhe tirar a chupeta do cú, chora que nem todos os outros!
O brasileiro, todo feliz da vida, foi patentear a sua nova invenção: água em pó! É tão simples de se utilizar que é só preciso juntar água!
O Fernando Henrique vai na festa do 145o. aniversário do Roberto Marinho. Mas ao chegar na entrada da  supermansão, percebeu que tinha esquecido a sua carteira.
- Desculpe, mas sem convite não posso deixá-lo entrar - alegou o porteiro, todo educado.
- Mas, eu sou o Fernando Henrique Cardoso, sociólogo e presidente da República!
- Então, me mostre seus documentos!
- É que também não tenho documentos, esqueci a minha carteira!
- Desculpe-me, mas não vou poder deixar o senhor entrar!
- O que é isso? O senhor nunca me viu na TV? Olha bem para a minha cara!
- De fato, o senhor é muito parecido com o presidente, mas sabe como é... existem muitos sósias seu por aí... o senhor vai ter de provar que é o senhor mesmo!
- Mas o que você quer que eu faça?
- Não sei! O Pelé também se esqueceu dos documentos, aí eu lhe dei uma bola de futebol e ele fez uma demonstração que logo me convenceu. O Oscar também esqueceu os documentos e eu lhe dei uma bola de basquete e ele fez uma demonstração e provou que era o grande Oscar.
- Pô, mas eu não sei fazer nada!
- Ok! Pode entrar!
Aquele advogado recém-formado estava sendo entrevistado para um emprego.
- E quais são suas pretensões salariais? - perguntou o entrevistador, depois de ouvir as longas digressões do  candidato sobre a sua própria capacidade de assumir responsabilidades.
- Aproximadamente uns 10.000 reais por mês, mais benefícios. – e com ar todo empertigado, perguntou: - Quais os benefícios que a sua empresa oferece?
- Normalmente férias de 6 semanas por ano, fundo de pensão para complementar sua aposentadoria, um Vectra novo a cada dois anos, cartões de crédito, título de um clube, plano de saúde integral para todos os dependentes e viagem aos Estados Unidos duas vezes por ano.
- O senhor está brincando? - pergunta o advogado.
- É claro! Mas foi você quem começou!
Era uma vez quatro caras e uma mulher que sobreviveram de um naufrágio numa tradicional ilha deserta.
Até aí, tudo bem, rolava a maior suruba, todo mundo era feliz.. Até o dia em que a mulher morreu. A primeira semana, até que foi sossegada, a segunda já tava mais complicada, na terceira, a coisa tava feia, e na quarta então, a situação ficou insuportável.
Foi então que um deles virou e disse:
- É isso aí moçada, não dá mais prá aguentar, vamos enterrá-la....
Um padre recém chegado à paróquia do interior encontra na estrada uma menina de uns seis anos, puxando uma vaca. Onde vais, minha menina ?
- Vou levar a vaca para cruzar com o touro do sr Zé. O padre, escandalizado, imaginando a cena que a menina iria ver, tentou demovê-la: 
- Será que o teu pai não poderia fazer  isso?
- Não senhor. Tem que ser com o touro mesmo...
Duas freiras vinham andando pela rua, à noite, quando foram atacadas por dois assaltantes que, vendo que as duas não tinham nada que valesse a pena roubado, resolveram, para não perder o serviço, transar com elas. Elas gritam, gritam e ninguém aparece.
Uma delas, tomada do fervor religioso,  reza: "Senhor, perdoai-lhes. Eles não sabem o que fazem!" 
Ao que a outra responde: "Só se fôr o teu, porque o meu é um artista!"
Um circunspecto senhor, de cinquenta e poucos anos, chega do interior para um checkup médico na capital. Queixa-se dos males da   meia idade. Depois de apalpar aqui, apertar ali, escutar acolá, o médico pergunta:
- Com que frequência o senhor tem relações sexuais ?
- Uma a cada seis, oito, dez meses, mais ou menos.
- É muito  pouco! Eu, que sou mais velho que o senhor, ainda tenho uma ou duas vezes por semana!
- É, mas o senhor é medico na capital e eu sou bispo no interior...
Estavam duas freias, ao anoitecer, caminhando pelas ruas de uma cidade, em direcção ao convento. Logo percebem que estão sendo seguidas por um tipo grandalhão e mal-encarado. 
- Irmã, estamos a ser seguidas. 
- Impressão sua. Vamos virar esta esquina para certificar. 
Dobram uma rua, e o fulano atrás…
- Irmã, o  homem continua atrás. Que vamos fazer? 
- Anda um pouco mais. 
E o fulano seguindo as duas, já babando. 
- Irmã, tive uma  ideia. Vamos virar na próxima rua e correr uma pra cada lado. Quem chegar primeiro ao convento pede socorro. E, assim que que  chegam à esquina, disparam a correr em direcções opostas. Uma delas corre, corre, e chega ao convento. Ofegante,  conta o ocorrido às outras freiras.
Ficam todas apavoradas. Vão chamar a polícia quando aparece a outra freira, toda suada. 
- Irmãs, vocêss não imaginam.
- O que houve ? O que houve ?
- Eu ia a correr e o homem ia atrás. 
- E depois? 
- Chegou um momento em que eu virei numa rua e dei de caras com um beco sem saída. Tentei voltar, mas o tarado já tinha chegado.
- Meu Deus. E depois.
- Ele olhou-me com  uma cara de louco, a rir. Então eu sorri também e ... levantei o hábito até ao pescoço. 
- OHHH ! E o que é que ele fez?
- Abaixou as calçaas até aos pés.
- E dpois ? E depois ?
-...e depois que mulher de saia levantada corre muito mais que homem de calça abaixada, não é?
O padre estava a dar confissão. Já cansado da mesma ladainha de sempre, tinha pregado dentro do confessionário um papel, uma lista, com todos os pecados possíveis e correspondentes penitências. Então, quando chegava o fiel  e dizia:
- Padre, traí a minha mulher, o padre nem titubeava, olhava a lista, procurava adultério e vendo ao lado a devida penitência, respondia: 
- Quatro pai-nossos e dez avé-marias!
Um dia, no  meio  dessa lenga-lenga, deu-lhe uma vontade imensa de cagar. Não tinha solução. Tinha que sair dali de qualquer  maneira. Como a fila de fiéis para a confissão estava imensa, fez o seguinte: abriu a porta do confessionário, chamou o sacristão que estava por ali e pediu-lhe que ficasse no seu lugar. Era simples, disse o padre:  - Basta você ouvir o pecado, procurar a penitência, dizê-la ao fiel e pronto! 
O sacristão ficou  ali escutando. Vinha um e dizia:
- Padre, roubei dinheiro na minha  empresa! 
O sacristão pensava: "Vamos ver quanto é que o padre dá para roubo". Procurava na lista e respondia:
- Meu filho, reze seis pai-nossos e cinco avé-marias. Vá em paz.
Outro entrava e dizia: 
- Padre, dei porrada na minha mulher. 
O sacristão  pensava: "Vamos ver quanto é que o padre dá para porrada na mulher". Procurava na lista e respondia: 
- Meu filho, reze oito pai-nossos e  dez avé-marias. Vá em paz. 
Até que chegou um que disse:
- Padre, padre, fiz sexo oral com a minha mulher! O sacristão procurou na lista e não encontrou nada sobre sexo oral. Não sabendo o que fazer, abriu a porta do confessionário e perguntou a um puto que estava :
- Hei, Zequinha, tu sabes quanto é que o padre dá para sexo oral???
Ao que o puto responde:
- Uma  coca-cola e dois biscoitos!
Clinton morreu e foi pró inferno.
Dada a importância do cargo que ocupava na terra, o diabo concedeu-lhe o direito de escolher uma, entre três formas de castigo.
Levou-o até uma sala, onde havia três portas e disse:
- Você examina o castigo que está atràs de cada porta e depois diga-me qual foi sua escolha!
– OK, disse Clinton.
Ao abrir a primeira porta, Clinton viu um tipo a ser esturpado por outro.
Imediatamente ele fechou a porta e disse:
- Esse nãao!
Foi prá segunda porta, e ao abrir tinha um tipo amarrado e uma mulher queimando seu corpo com brasas.
- Esse também nã!!!
Ao abrir a terceira porta, havia um tipo marrado e uma loira escultural, peituda, fazendo sexo oral com ele.
Clinton sem pestanejar virou-se para o Capeta e disse:
- Eu escolho esse castigo!
Aío diabo bateu nas costas da loira e disse:
- Ok, você já pode sair, arrumei alguém pra te substituir!
O Acusador Público de uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos chamou a sua primeira testemunha, uma avòzinha de bastante idade; aproximou-se dela e e perguntou-lhe "Mrs. Jones, a senhora conhece-me ?"

Ela respondeu:
"Decerto que o conheço, Senhor Williams, conheço-o desde que era rapazinho, e francamente, o senhor foi uma grande desilusão para mim, o senhor passa a vida a dizer mentiras, engana a sua mulher, manipula pessoas e diz mal delas nas suas costas; o senhor pensa que é uma estrela a nascer e na verdade não tem cabeça sequer para perceber que não percebe nada.
Sim, conheço-o muito bem".

O pobre causídico estava varado, e sem saber mais o que fazer ou perguntar, apontou para o outro lado da sala de audiências e perguntou: "Mrs. Jones, conhece o Advogado de Defesa ?"

"Claro que o conheço" respondeu a testemunha, "conheço o senhor Bradley também desde miúdo, cheguei a fazer-lhe baby-sitting a pedido dos pais, e devo dizer que ele também foi para mim uma grande desilusão; é preguiçoso, tem um problema de álcool a mais e é peneirento; o pobre não consegue construir uma relação normal com ninguém e a sua prática legal é uma das mais chatas de todo o Estado; sim, claro que o conheço".

Chegados a este momento, o Juiz suspendeu a audiência, e chamou ambos os causídicos à cátedra (o famoso "approach the bench" anglo-saxónico); e, numa voz muito baixinha, disse com firmeza aos Advogados: "se algum dos senhores perguntar à testemunha se ele me conhece, apanha um processo crime por desrespeito ao Tribunal !"

O sujeito chega no escritorio de seu advogado:
- Quero falar com meu advogado!
A secretária responde:
- Seu advogado morreu!
No dia seguinte o sujeito volta e diz novamente:
- Quero falar com meu advogado!
- Já falei que seu advogado morreu! - respondeu a secretária.
No dia seguinte, a cena se repete e a secretária perde a paciência:
-Quantas vezes vou ter que dizer pró senhor que seu advogado morreu?
- Desculpe, mas é que eu adoro ouvir isso!
Certo dia estava o gaúcho concentrado tomando seu chimarrão, quando lembrou que já estava atrasado para o baile no povoado.
- Bá! Tô mais atrasado que tartaruga em desfile de lebre!
Ele então pediu pro menino que tomava conta dos cavalos:
- Ô, guri! Encilha um cavalo enquanto eu vou tomar um banho!
E assim, o gaúcho partiu para o baile na sua roupa domingueira. Como estava atrasado, resolveu pegar um atalho pelo meio do mato.
De repente, uma nuvem de fumaça surgiu e apareceu o diabo. O gaúcho se assustou, mas o diabão o tranquilizou: - Não se assuste! Como és muito corajoso, tens direito a três pedidos!
- Bueno - disse o gaúcho - , já que é assim, vamos ao primeiro: quero um rosto de galã de novela...Segundo: um cinturão forrado de dinheiro...E por último: um genital bem grande, como o deste animal que eu tô montando!
O diabo tomou nota e disse:
- Pode te mandar que eu garanto os pedidos!
O gaúcho chegou ao baile toda prosa. "Oba! Bonitão, ricaço e bem armado vou comer todo o mulherio do salão!" Rapidamente ele entrou no banheiro pra conferir os pedidos. O primeiro estava lá. O gaúcho estava com a cara do Márcio Garcia. O segundo também: ele estava com o bolso cheio de grana. Faltava o terceiro; quando o gaúcho abaixou as bombachas, teve uma surpresa:
- Guri filho da ...! Me encilhou a ÉGUA!!!!!
Certa vez, o Diabo fez um desafio a Jesus: 
- "Aposto como digito muito mais rápido que tu..."
O desafio foi aceite. No dia marcado, Jesus de um lado com um XT 4.77Mhz, 512 Kb de memória e o diabo do outro com um Pentium II/500Mhz, 
256Mb de memória. Todos a postos. O diabo estala os dedos enquanto Jesus olha calmamente para o seu oponente.
Inicia-se a competição. Aquele que digitasse mais texto em 30 minutos seria o vencedor.
O Diabo digita de maneira feroz, a uma base de 900 toques/minuto. Do outro lado da sala, Jesus digita usando apenas os dois dedos indicadores, no melhor estilo "Catador de milho em Jerusalem". A plateia fica, obviamente, nervosa com a performance do Messias, e rói as unhas... 
Quinze minutos de passam. O diabo já digitou cerca de 10Mb de texto, sem erros, enquanto Jesus ainda está na casa dos 5Kb. Os olhares tornam-se mais nervosos.
Vinte e cinco minutos passados. O diabo já anda pela casa dos 20Mb de texto. Jesus anda pelos 8Kb...
Vinte e nove minutos passados. PUFF! Faltou a luz...
Desespero geral, pânico, gritaria. Os juízes decidem terminar a competição pelo tamanho final do ficheiro. Tamanho final do arquivo de Jesus: 10Kb. Tamanho final do arquivo de Belzebu: 0Kb!
- "Mas não pode ser!!!", grita o canhoto. "Isto é roubo!!! um roubo!!!". Grita, reclama mas não adianta. Perde a competição.
Jesus volta tranquilo para o paraíso, com aquele risinho de canto de boca tão típico. 

Moral da história: Só Jesus "Salva"...

A mulher passa numa loja de animais e vê um papagaio. De repente fica com vontade de ter o bicho falante dentro de casa. 
Apóa a compra, o vendedor adverte:
- Bem, tenho de dizer-lhe que este papagaio pertencia à dona de um bordel e que de vez em quando ele tem uma linguagem um pouco vulgar.
A mulher pensou um pouquinho, mas decidiu comprá-lo na mesma. Já em casa, pendurou a gaiola junto da porta da sala. O papagaio começa a olhar à volta e diz:
- Casa nova, dona nova.
A mulher até achou divertido. Algum tempo depois chegaram a casa as duas filhas adolescentes. O papagaio diz:
- Casa nova, dona nova, putas novas.
Inicialmente ofendidas, as garotas acabam por achar piada ao papagaio e dão uma boa gargalhada.
Mais tarde, chega o marido. O papagaio diz:
- Casa nova, dona nova, putas novas, clientes velhos. Oi, Zé! 
No ano passado, um amigo meu fez a actualização do software Namorada 1.0 para Mulher 1.0 e descobriu que este é extremamente sedento de memória, deixando livres muito poucos recursos de sistema.
Posteriormente, descobriu que a Mulher 1.0 gera processos-filhos que
consomem ainda mais recursos valiosos. Este fenómeno não era mencionado na brochura do produto, nem na documentação, embora outros utilizadores o tivessem informado de que seria de esperar, dada a natureza da aplicação.
Para os que quiserem instalar a Mulher 1.0, fica aqui o aviso sobre alguns problemas comuns:
- Auto-instala-se de forma a arrancar com o sistema, monitorizando assim todas as actividades deste;
- É incompatível com outras aplicações - como a Noitada de Poquer 10.3, Banho de Cerveja 2.5, e Farra nas Discotecas 7.0 - que deixam de funcionar, bloqueando o sistema;
- Não existe forma de evitar "plug-ins" indesejáveis, tais como a Sogra 55.8 ou a versão beta do Cunhado;
- A Mulher 1.0 tem um "bug" não-documentado. Se tentar instalar a Amante 1.1, antes de desisntalar a Mulher 1.0, a Mulher 1.0 vai apagar automaticamente todos os ficheiros do MSMoney, antes de se desinstalar. Então, a Amante 1.1 vai abortar a instalação, dizendo que não existem recursos suficientes. Para evitar este erro, tente instalar a Amante 1.1 num sistema diferente e nunca execute aplicações de transferências de ficheiros, tais como o LapLink 6.0.
A mulher chegou ao canil resolvida a comprar um cão de guarda, para fazer uma
surpresa ao marido que tinha muito medo que lhe roubassem a casa. E perguntou ao empregado:
- Qual é o melhor cão de guarda que eu posso comprar?
- Pode comprar um dos nossos cães especialmente treinados para proteger as casas.
- E quanto é que custa esse cachorro?
- A bagatela cem contos.
- O quê? Que absurdo!
- Bom, temos em promoção este aqui que custa só cez contos.
- Esse cachorro é horrível! Nunca protegera a minha casa!
- Mas, minha senhora, este é um cachorro Ninja!
- ????
- Sim, vamos fazer uma demonstração. A Sra. está a ver aquela porta?
- Sim.
- NINJA, A PORTA!!!!!
O cachorro partiu para cima da porta, levantou uma poeira no recinto, mas logo que ela baixou, a senhora pôde ver que a porta estava completamente destruída.
- NINJA, O FRIGORÍFICO!!!!!!
Após o comando, o cachorro Ninja destruíu completamente o frigorífico.
- Oh! Isto é incrível! Vou levá-lo!!!
Ao chegar em casa esperou o marido e quando ele chegou, disse:
- Meu amor! Comprei um cão de guarda para a nossa casa!
- Que bom querida! Onde está ele?
- É este aqui!
- ISTO?!? Que cachorro horrível!!! Quanto custou?
- Apenas 10 000 escudos.
- O quê!?! Deves estar louca!?!
- Mas, amor, este é um cachorro Ninja!
- NINJA??? NINJA O CARALHO!!!! ... AAAAAARRRRGGGHHHHHH...
João convidou a mãe para o jantar. Durante a refeição, a mãe não pôde deixar de notar o quanto a empregada era atraente e sensual.
Após o jantar, ela começou a imaginar se haveria mais "alguma coisa" entre seu filho e a empregada.
Lendo os pensamentos da mãe, João disse:
"Eu sei o que você deve estar a pensar, mãe, mas asseguro-te que o meu relacionamento com a empregada é puramente profissional".
Uma semana depois, a empregada disse para o João: 
"Desde que a tua mãe veio cá jantar, a concha de sopa de prata desapareceu. Não achas que ela a levou?"
João disse:
"Bem, eu duvido, mas mesmo assim vou escrever-lhe uma carta só para ter certeza."
E escreveu:
"Querida mamãe, eu não estou querendo dizer que você 'pegou' a concha de sopa da minha casa, e não estou querendo dizer que você 'não pegou' a concha de sopa. Mas o facto é que ela sumiu desde o dia em que você esteve aqui a jantar."
Alguns dias depois, João recebeu uma carta da mãe que dizia:
"Querido filho, eu não estou querendo dizer que você 'dorme' com a empregada, e não estou querendo dizer que você 'não dorme' com a empregada. Mas o facto é que se ela estivesse a dormir na sua própria cama, ela já teria achado a concha de sopa lá. Com amor, sua mãe."
De visita a Sevilha, um tipo resolve ir jantar a um restaurante típico e pediu para lhe trazerem a especialidade da casa.
Passado um quarto de hora apareceu o empregado com um prato com batatas, milho e dois grandes pedaços redondos de carne.
- O que é isto? - peguntou o sujeito.
- Cojones, señor - respondeu o empregado.
- O que são cojones? 
- Cojones são os testículos do touro que morreu na tourada ontem.
Meio desconfiado, o tipo decobriu que o prato era extremamente saboroso, pelo que decidiu voltar no dia seguinte e pediu o mesmo prato. Para sua surpresa, os dois pedaços de carne eram muito menores do que os da véspera. E pediu explicações:
- O que é isto?
- Cojones, señor
- Não, cojones são muito maiores do que isto. Eu sei porque comi-os aqui ontem.
- Bem, señor, nem sempre é o touro que perde... 
Ao sobrevoar a cidade, o super-homem, com a sua super visão reparou que a mulher-maravilha estava nua em cima da cama, de pernas abertas e contorcendo-se. Ficou cheio de tesão e pensou: "se eu utilizar a minha super-velocidade ela nem vai perceber o que aconteceu".
E, se bem o pensou, melhor o fez. Utilizando a super-velocidade entrou pela janela e "zás-zás-zááááááássss...".
Ainda nua sobre a cama e meio atordoada, a mulher-maravilha perguntou: 
- O que diabo foi isto?
- Não sei, mas doeu pra caralho!, respondeu o homem-invisível... 
Como é que o Magaiver sai do deserto só com uma cenoura?
Tira a vitamina da cenoura, separa a vita da mina e explode a mina. A explosão provoca um terremoto que separa a terra da moto. Ele pega a moto e vai embora. 
O que é que o ajinomoto disse à ajinomota ?
Vamos ajinomato ?

Qual é o fim da picada ?
Quando o pernilongo vai embora. 

Porque é que o jacaré tirou o jacarezinho da escola ?
Porque ele réptil. 

Conheces a piada do fotógrafo ?
Ainda nao foi revelada. 

Como é que as enzimas se reproduzem ?
Uma enzima da outra. 

Qual é o sonho da cobra?
Serpente. 

Sabes qual é o contrário de volátil ?
Vem cá sobrinho. 

O que é que o tomate foi fazer ao banco ?
Tirar extrato. 

Como se diz top-less em chinês ?
Xem Xu Tian. 

Como se diz aspirador em chinês?
Lin Pó Pó. 

Como se diz Ladrão em Chinês?
Fin Tó Chui. 

Como se diz cara em árabe?
Alface. 

Como se diz supositório em árabe?
Alcoentre. 

O que é que um escorrega diz para o outro? 
Como os ânus passam depressa... 

Qual é a semelhança entre um ginecologista e um entregador de pizzas ?
Ambos podem ver, cheirar, mas não podem comer. 

Qual é a diferenca entre a lagoinha e a padaria ?
Na lagoinha há sapinho, na padaria, assa pão. 

Porque é que a vaca foi para o espaço?
Para se encontrar com o vácuo. 

Porque é que o gato mia para a Lua e a Lua não mia para o gato ?
Porque ASTRO-NO-MIA ! 

A sogra vai visitar a filha e o genro. Toca a campainha, o genro abre a porta e exclama:
- Sogrinha! Há quanto tempo que a senhora não aparece! Quanto tempo vai ficar desta vez?
A sogra, querendo ser gentil:
- Oh, meu genro, até vocês ficarem cansados de mim!
O genro responde:
- Sério? Não vai nem tomar um cafezinho? 
Acabadinho de casar, o machão disse à mulher:
- Querida, nesta casa há algumas regras que devem ser respeitadas. 
Em primeiro lugar, eu venho para casa se quiser e às horas que quiser. E não quero discussões quando chegar. Quero também uma refeição pronta em meia hora quando estiver com vontade de comer. Não quero discussões quando for pescar, beber ou assistir um jogo com os amigos. Entendeste?
A jovem esposa respondeu:
- Por mim está bem. Só vou impôr uma regra: sexo será todas as noites às 10, estejas tu em casa ou não. 
Um tipo encontrou outro sentado na berma da estrada a chorar. 
- O que é que se passa?, perguntou o primeiro.
- Encontrei uma lâmpada, esfreguei-a e apareceu-me um génio. Deu-me três ovos e disse que podia pedir um desejo cada vez que partisse um e ele se realizaria. - disse o segundo.
- E isso é motivo para chorar?
- É que quando segurava os olhos deixei cair um. Como fiquei chateado gritei: "caralhos me fodam". Apareceram logo milhares de caralhos, pelo que rapidamente tive de partir um segundo ovo e gritar: "desapareçam todos os caralhos!". 
- Ok, mas ainda ficaste com um terceiro ovo. Para quê, então, chorar?
- É que o terceiro ovo tive de o utilizar para chamar de volta o meu.
Quando um homem abre a porta do carro para a mulher, das duas uma: ou o carro ou a mulher são novos. 
Um homem colocou um anúncio no jornal: 
"Quero uma esposa". 
No dia seguinte recebeu centenas de cartas dizendo: 
"Podes levar a minha".
- Eu era uma idiota chapada quando casei contigo.
- Eu sei, meu bem, mas eu estava cego de amor e não percebi. 
A vida de casado:
- No primeiro ano o homem fala e a mulher ouve.
- No segundo ano a mulher fala e o homem ouve.
- No terceiro ano os dois falam e os vizinhos ouvem. 
Um psicólogo fazia uma entrevista para admissão de um empregado. 
Entra o primeiro candidato.
- O senhor pode contar até dez, por favor? - pediu o psicólogo.
- Dez, nove, oito, sete, seis, cinco, quatro, três, dois, um.
- O que é isso?
- Ah, é a força do hábito. É que eu trabalhava na NASA.
Entra o segundo candidato.
- O senhor pode contar até dez? - pediu o psicólogo.
- Um, três, cinco, sete, nove, dois, quatro, seis, oito, dez.
- O que é isso?
- Ah, desculpe. É que eu era carteiro e estava acostumado a ver os números pares de um lado da rua e os ímpares do outro.
Entra o terceiro candidato. O psicólogo pergunta:
- Qual era a sua profissão antes de tentar este emprego?
- Funcionário público.
- E o senhor pode contar até dez?
- Claro. Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, valete, dama,  rei. 
Um português está calmamente sentado a tomar o café da manhâ quando um americano típico, mascando clichetes, se senta ao seu lado. O português ignora o americano que, não se conformando, começa a puxar conversa: 
Americano: Você come esse pão inteirinho? 
Português (de mau humor): Claro. 
Americano: Nós não. Nós comemos só o miolo, a casca nós vamos juntando num contentor, depois processamos, transformamos em croissants e vendemos para a Portugal. 
O Português ouve calado. O Americano insiste: Você come esta geléia com o pão? 
Português: Claro. 
Americano: Nós não. Nós comemos frutas frescas com café da manhã, jogamos todas as cascas, sementes e bagaços em contentores, depois processamos, transformamos em geléia e vendemos para Portugal. 
Português: E o que é que vocês fazem com as camisinhas depois das quecas? 
Americano: Deitamos fora, claro! 
Português: Nós não. Vamos guardando tudo em contentores, processamos, transformamos em chicletes e vendemos para os Estados Unidos.
José da Silva está com muita dor no braço direito e resolve ir ao médico. 

Chegando lá o doutor diz: 
- Tenho aqui um novo e avançadíssimo computador. Basta você urinar neste potinho que eu coloco no computador e ele nos dirá o que você tem. 
- Ah Ah Ah, eu não acredito nisso, doutor, sou um Analista de Sistemas e nunca ouvi tamanha asneira!! 
Mas para não contrariar o médico, José acaba por urinar no potinho. 

O médico coloca-o no computador, aperta um, dois botões e a máquina começa a processar. 
Passados uns 30 segundos, sai um papel impresso de dentro da máquina, e o doutor lê em voz alta: 

José da Silva
34 anos
Branco
Analista de Sistemas
Artrite no braço direito

José exclama: 
- O quê??? Como é que essa máquina fez isso??!!! Eu não acredito!!! 
- Doutor, eu quero fazer o exame novamente... Vou levar o pote para casa, faço xixi nele amanha, em jejum, e trago-o para o senhor novamente. 
José vai então para casa e no dia seguinte, em jejum, faz xixi no pote e o leva ao médico, que o coloca no computador para processar... 
Sai novamente um papel impresso de dentro da maquina com o seguinte: 

José da Silva
34 anos
Branco
Analista de Sistemas
Artrite no braco direito

Doutor, realmente eu não acredito nisto aqui !! 
Vou fazer novamente este exame, dê-me outro pote!! 
José vai para casa com outro pote, faz xixi dentro dele, pede à mulher e à filha para fazerem também, coloca um pouco de óleo do carro dele dentro do pote e ainda por cima se masturba e coloca o resultado no pote. Mistura tudo e leva ao médico. 
José pensa: "eheheh agora quero ver esse computador, ehehehe". 
O doutor coloca novamente na máquina, e novamente sai um papel: 

José da Silva
34 anos
Branco
Analista de Sistemas
Corno
Filha grávida de 3 meses
O carro precisa trocar o óleo
E a próxima vez que se masturbar, use a mão esquerda pois
O BRAÇO DIREITO ESTÁ COM ARTRITE 
 

- Manel, a nossa empregada... 
- Isso é problema teu! 
- Ela... ela está grávida! 
- Isso é problema dela! 
- Mas ela disse que o filho é teu! 
- Isso é problema meu!
E se um dia um pássaro te cagar em cima, não desatines…,…dá graças a deus por as vacas não voarem!
Uma mulher entrou na igreja para se confessar: 
- Padre, o meu marido é um filho da puta! 
- Não digas isso, minha filha! afinal ele é o teu marido! 
- Mas ele é um filho da puta mesmo, senhor padre! Veja só: ontem, estava eu deitada no sofá a ver televisão ele chegou e colocou a mão na minha perna. 
- Mas eu também coloquei a mão na tua perna e não sou filho da puta! 
- Mas depois ele levantou a minha saia. 
- Eu também levantei a tua saia e não sou filho da puta! 
- Mas depois ele tirou a minha calcinha! 
- Eu também tirei a tua calcinha e não sou filho da puta! 
- Mas depois ele comeu-me! 
- Eu também te estou a comer e não sou filho da puta! 
- Mas, padre, depois de me comer ele disse-me que estava com sida! 
- Filho da Puta!
Durante a missa, conversa entre o Padre e o Sacristão: 
P: Sacristão, onde é que está a Custódia? 
S: Está ali sentada na primeira fila, senhor padre. 
P: Não é essa. É aquela onde se põe o senhor! 
S: Ah, pensei que era aquela onde o senhor se põe!
Dois advogados andavam a caçar quando um leão os surpreendeu em plena selva. 
Um deles começou imediatamente a tirar os sapatos. O outro perguntou: 
"Por que é que estás a tirar os sapatos?
"Porque descalço, eu posso correr mais depressa!" 
"Que idiotice! Não importa o que consigas correr, nunca vais conseguir correr mais que o leão!" 
"Eu não preciso correr mais que o leão. Só tenho que correr mais do que tu!"
As frases seguintes foram proferidas, realmente, por advogados e tiradas de registos oficiais de tribunais. 

- Foi este o mesmo nariz que você quebrou quando era crianca??? 

- Então, doutor, não é verdade que quando uma pessoa morre durante o sono, na maioria dos casos ela o faz de maneira calma e não dá conta de nada até à manha seguinte? 

- O que aconteceu depois? 
- Ele disse-me: "Tenho que te matar porque você pode-me identificar no tribunal". 
- E ele matou-o? 

- Foi você ou seu irmão que morreu na guerra??? 

- O filho mais jovem, o de 20 anos, quantos anos tem ele? 

- O que significa a presenca de esperma? 
- Significa relação consumada. 
- Esperma masculino? 
- É o único que eu conheço. 

- Há quanto tempo você é americano??? 

- Você tem filhos ou coisa do género??? 

- Vou mostrar-lhe a Prova 3 e peço que reconheca a foto. 
- Este sou eu. 
- Você estava presente quando esta foto foi tirada? 

- Você estava presente a este tribunal esta manhã quando fez o juramento? 

- Então, Sr. Joaquim, como acabou o seu casamento? 
- Por morte. 
- E ele acabou pela morte de quem? 

- Há quanto tempo você está grávida? 
- Vou completar 3 meses no dia 8 de novembro. 
- Então, aparentemente, a data da concepção foi 8 de agosto. 
- Sim. 
- E o que é que você estava a fazer? 

- Senhora Manuela, a senhora considera-se emocionalmente equilibrada? 
- Eu era. 
- E quantas vezes é que a sra. cometeu suicídio? 

- Quer dizer que, quando você voltou, você tinha saído? 

- Ela tinha 3 filhos, certo? 
- Sim. 
- Quantos meninos? 
- Nenhum. 
- Tinha alguma menina? 

- Você não sabe o que era, nem com o que se parecia, mas você pode descrever? 

- Você disse que a escada descia para o porão. Essa escada também subia? 

- O senhor está qualificado a apresentar uma amostra de urina? 
- Sim, desde criancinha. 

- O senhor se lembra aproximadamente a hora em que examinou o corpo do sr António? 
- Foi à noite. A autópsia começou por volta das 20:30. 
- E o sr António estava morto naquele momento, certo? 
- Não, seu idiota estupido! Ele estava sentado na mesa tentando imaginar por que é que eu o estava a autopsiar! 
 

 

Imperdível!!!! Lançamento de Produto !!!! Já ouviu falar no ECF? 

Visando acabar com um problema feminino, uma empresa informática, está a lançar um produto revolucionário. Trata-se do ECF - Expansor Cerebral Feminino, um aparelho sofisticadíssimo, que consegue dar às mulheres um raciocínio virtualmente similar ao do homem. Contudo, apesar de ter sido concebido para proporcionar um raciocínio igual ao do homem, até agora não foi encontrada nenhuma mulher que tenha atingido esse nível. 
Para uma melhor aceitação no mercado, o aparelho possui a forma de secador de cabelo (de salão), emite em som estereo "surround" as últimas novidades das novelas, horóscopo do dia, biorrítmo, moda, fofocas e outras informações úteis ao dia-a-dia da mulher. 
Este aparelho possui injeção eletrónica de sangue oxigenado no cérebro feminino, o que dispensa a utilizadora de sacudir cabeça todas as manhãs. Um dos segredos deste maravilhoso aparelho está nos estímulos elétricos que provoca nos dois neurónios da mulher (carinhosamente apelidados de "tico" 
e "teco"!), pois evita que estes se movimentem e acabem por se anular dentro do vasto espaçoo vazio do cérebro feminino.

Depoimentos de algumas utilizadoras: 

"Depois do ECF, escolho uma roupa para sair em apenas 10 minutos." 
(Maria F. - Amadora, SP) 

"Com ECF deixei de ter obsessão por novelas, prefiro o desporto." 
(Carla - Póva de Santo Adrião) 

"Agora entro e saio do shopping sem gastar nada." 
(Margarida T. - Loures) 

"Tenho 20 anos e não estou desesperada para casar." 
(Arminda F. - Carcavelos) 

"Com o ECF a minha vida mudou. Agora posso ligar a terceira velocidade do meu Punto e já nãoo me xingam tanto." 
(Eloísa M. - Macedo de Cavaleiros) 

"Consigo conversar com as minhas amigas ao telefone em menos de 5 minutos." 
(Elizabeth - Cascais) 

"Estou a usar o ECF há um mês e desde então fechei o carro com a chave lá dentro apenas uma vêz. 
(Joaquina F. - Porto) 

"É incrível como a minha vida mudou com o ECF. Agora até o painel de controlo do microondas ficou mais simples. 
(Maria L. - Espinho) 

"Com o ECF o meu marido já nem precisa repetir as piada." 
(Cacilda - Viseu) 

Atenção: O preço do ECF é mais barato que 3 sessões no cabeleireiro e pode ser adquirido contra reembolso... Basta fornecer o número do cartão de crédito. Vale a pena investir! Se nao ficar satisfeita garantimos a devolução do seu dinheiro. 
Mas, espere... 
Na compra de um Kit ECF, voce vai ganhar inteiramente grátis, uma toalha capaz de absorver 10 litros de água... INCRIVEL !!! 
E, se responder nos próximos 30 minutos, receberá também, completamente grátis, um par de meias e um conjunto de Facas Ginsu 2000. 
 

 

Como o Céu estava a ficar muito congestionado, deus decidiu modificar as normas para ingresso nos portões celestiais. Para ser admitido no Céu, o dia da morte deveria ter sido um dia realmente terrível.  A lei entraria em vigor à meia-noite do dia seguinte. 
À meia-noite e 1 minuto do dia seguinte chegou a primeira pessoa aos portões do Céu. O anjo encarregado do portão, lembrando-se da nova lei, disse ao homem: 
- Antes de entrares, preciso que me contes como foi o dia da tua morte.
-Sem problemas, disse o homem. Há já algum tempo que eu vinha desconfiando que minha mulher tinha um caso. Eu acreditava que todos os dias na hora do almoço ela trazia o seu amante para o nosso apartamente que ficava no 25º andar de um prédio e fazia sexo com ele. Ontem resolvi ir para casa e apanhá-los em flagrante. Cheguei lá, entrei, e comecei a procurar o rapaz. Minha esposa estava semi-nua a gritar comigo enquanto eu revistava o apartamento. Mas não conseguia encontrá-lo em local nenhum! Quando estava quase a desistir, olhei para a sacada do prédio e percebí que havia uns dedos dependurados lá. O diabo do rapaz achava que se poderia esconder de mim! eheheh! Corrí lá para a sacada e batí nos seus dedos do tipo até que ele largou e caiu lá de cima. Mas não pode imaginar sorte dele, pois caiu em cima de alguns galhos que amorteceram sua queda e não morreu. Num acesso de raiva entrei no apartamento e procurei a coisa mais pesada que tinha  para lha atirar em cima. Desliguei o frigorífico da tomada e, com raiva, atirei-o lá do 25º andar bem em cima dele. A emoção do momento foi tão grande que em seguida tive um ataque do coração e morrí quase que instantaneamente. 
O anjo sentou-se pensou por alguns instantes. Tecnicamente o rapaz TEVE realmente um péssimo dia e o crime dele foi passional. E disse: 
-OK, senhor. Benvindo ao Reino dos Céus!, e deixou-o entrar.
Poucos segundos depois chegou o segundo da fila. 
- Ok, as regras são estas: antes de te deixar entrar, preciso ouvir a respeito do dia de tua morte.
- Claro. Respondeu o homem. Eu estava na sacada do meu apartamento no 26º andar a fazer os meus  exercícios diários quando escorreguei e caí pelo lado lateral da sacada! Por sorte fui capaz de me segurar na sacada imediatamente abaixo da minha. Qual não foi a minha surpresa quando apareceu um homem maluco que começou a bater nos meus dedos até que eu caí lá de cima. Eu caí em cima de algumas árvores e os galhos que amorteceram a minha queda, de modo que não morrí de imediato. Quando estava lá, de rosto pra cima, incapaz de me mover e gemendo de dor ví o homem empurrar um frigorífico pela sacada. Este caíu exactamente em cima de mim e matou-me.
O anjo, quieto e rindo pra si mesmo enquanto o homem terminava sua história, pensou e disse: 
- Muito bem, Benvindo ao Reino dos Céus!, e deixou o homem entrar. 
Poucos segundos depois chegou o terceiro do dia 
- Conte-me como foi o dia em que você morreu, disse o anjo. 
- Bem, eu conto, mas você não vai acreditar. Eu estava nú dentro de um frigorífico...
- Qual é a diferença entre tragédia e calamidade? 
- Tragédia é tua sogra escorregar num precipício e cair no mar. Calamidade é o salva-vidas salvá-la.
A Diana morreu e foi para o céu. 
Chegou à porta do céu carregadíssima com montes de malas Louis Vouitton cheias de vestidos lindíssimos e todo o tipo de roupas de marca, caixas de chapéus, malinhas de mão, malas de toillete, etc... Chegou lindíssima, de chauffeur e tudo, numa limousine que a deixou mesmo à porta do céu. Ali chegada, tocou à campainha. Tocou... tocou... tocou... Ninguém respondeu. 
Olhou para o papelinho que o anjo lhe tinha entregado ainda na ambulância, para confirmar, e o papelinho dizia: "Diana de Gales - Destino: Céu". Inconformada, deixou caír todas as malas para o chão, sentou-se em cima da maior, e esperou... esperou... esperou... 
Passados alguns dias, chegou ao mesmo local a Madre Teresa de Calcutá! A pobrezinha trazia a sua trouxita envolvida num lençol, pendurada num pau, às costas, e vinha de rosário em punho, muito caladinha, resmoneando as suas preces para si própria. 
E viu a Diana... 
Madre Teresa: - Ó Diana! Então por aqui? Não acredito!!!
Diana: - É verdade, Madre Teresa! Esforcei-me tanto que lá consegui, apesar de tudo...
MT - O que te valeu foi não teres casado com o Dodi, que lá foi para baixo, não é verdade?
D - Pois é, Madre Teresa... Mas imagine lá que estou aqui há dias sem fim, estou fartinha de tocar à campainha, e ninguém abre...
MT - Pode lá ser?!
D - É verdade! Toco à campainha todo o dia, e nada!
MT - Vou experimentar eu. De certeza que não deixam a Madre Teresa de Calcutá aqui à espera...
E a Madre Teresa tocou, tocou, tocou... Ninguém atendeu. Desoladas, sentaram-se ambas em cima das malas da Diana, e lá ficaram, todas chateadas, na conversa... 
Passados alguns dias, apareceu o Mobutu... Todo bem vestido, de chapéuzinho de leopardo e tudo, de rosto brilhante que até parecia engraxado de fresco... 
Mobutu: - Olha quem eu venho encontrar?! Olá mininas! Tá tudo na maió? Qui bom encontrar vocês...
Madre Teresa: - Olha o Mobutu!!! Não posso crer! É engano de certeza!!!
Diana: - My God! O céu está a ficar tão mal frequentado... Já parece aqueles sítios onde eu tinha de ir...
Mobutu: - Qui nada! Ê venhu aqui pó céu, mêmo, siôras!!! Vamus vê!
E o Mobutu desata a tocar à campainha desalmadamente... Nisto, S. Pedro, acompanhado de vários anjos em orquestra, abre a porta, e olhando para todos exclama: 
-É pá! Vamos lá a despachar, que já chegou o preto para carregar as malas!!!
Três loiras encontravam-se presas, havia uma semana, numa ilha. De repente apareceu um duende e ofereceu um desejo a cada uma. A primeira disse que queria ser inteligente. Imediatamente ficou com o cabelo castanho, desatou a nadar e saiu da ilha. A segunda disse que queria ser ainda mais inteligente que a primeira. Imediatamente ficou com o cabelo preto, pegou no barco e saiu da ilha. A terceira disse que queria ser ainda mais inteligente que a segunda. Imediatamente virou homem e saíu da ilha atravessando a ponte.
Cristo e Moisés estavam a lembrar os velhos tempos. 
- Antigamente é que era bom, disse Moisés. Lembras-te de quando abri o mar vermelho ao meio? Isso é que eram bons tempos! 
- Sim, e lembras-te de quando eu caminhei sobre a água? Isso sim, é que foi uma coisa em grande! 
- E se voltassemos a fazer isso, só para sentirmos de novo aquela sensação? 
- É, vamos fazer isso. 
E foram até ao mar vermelho. Moisés puxou da vara, levantou-a e as águas separaram-se, abrindo o mar em dois. Depois, meteram-se num barco e foram até ao meio do mar. Era a vez de Cristo. Este saiu do barco e começou a andar sobre a água. De repente começou a afundar-se. Moisés remou rapidamente até ele, agarrou-o por um braço e puxou-o para o barco. 
- Acho que te esqueceste de uma coisa, disse, agora tens os pés furados!
Está cientificamente provado que existe inteligência neste planeta.... mas eu estou só de passagem!
Se estás mesmo decidido a casar-te, então casa-te com uma mulher bonita, casa contrário, depois vais ter muita dificuldade em encontrar alguém que te ajude a livrar dela!
Casada há menos de um mês, a filha chega a casa da mãe toda roxa. 
- Mamãe, o Pedro bateu-me. 
- O Pedro? Pensei que ele estava a viajar. 
- Também eu...
Um alentejano foi ao médico: 
- Doutor, o sr. tem de me ajudar. Doi-me o corpo todo. Aperto a barriga, doi-me. Aperto a cabeça, doi-me. aperto o braço, doi-me. Aperto o peito, doi-me. Aperto a perna, doi-me. Tem de me ajudar, doutor. 
O médico examinou o tipo e disse: 
- Você não tem nada. Só um dedo partido.
Jesus ama-te, mas todos os outros pensam que és um idiota!
Poupa no papel higiénico, usa os dois lados!
Eu não me importo que tu fumes, desde que tu não te importes que eu cague no teu sapato.
ONE TEQUILA......TWO TEQUILA......THREE TEQUILA......FLOOR.
P: Porque é que deus inventou o álcool? 
R: Para que as mulheres feias também tenham prazer.
Um tipo, enrolado debaixo dos lençois, começa a acariciar a mulher. 
- Desculpa, querido, mas amanhã tenho de ir ao ginecologista e quero estar fresquinha. 
O tipo vira-se para o lado, dá voltas na cama e volta à carga: 
- Olha lá, e amanhã também tens dentista?
Um tipo entra num elevador onde ja' se encontra uma miúda boazona. Começam a descer e ele diz: 
- Desculpa, mas eu consigo cheirar a tua ratinha. 
- Claro que não, respondeu ela indignada. 
- Ah!, então deve ser dos teus ténis...
Numa festa, pediram a um tipo para definir o clitoris. 
Esperem um pouco, disse o tipo, está na ponta da língua.
Um cowboy entrou na cidade e viu um índio sentado à soleira da porta da sua (do índio) casa. 
Cowboy: Hei, lindo cão. Posso falar com ele? 
Índio: Cão não falar. 
Cowboy: Hei, cão, como é que vai isso? 
Cão: Tudo bem. 
Índio: (com um olhar chocado) 
Cowboy: Este é o teu dono? (apontou para o índio) 
Cão: É. 
Cowboy: Ele trata-te bem? 
Cão: Muito bem. Leva-me a passear duas vezes por dia, dá-me comida boa e leva-me até ao lago uma vez por semana para brincar. 
Índio: (olhar incrédulo) 
Cowboy: Posso falar com o teu cavalo? 
Índio: Cavalo não falar. 
Cowboy: Hei, cavalo, como vai isso? 
Cavalo: Muito bem, obrigado por perguntares. 
Índio: (com olhar extremamente chocado)
Cowboy: Este é o teu dono? (aponta para o índio) 
Cavalo: É. 
Cowboy: Como é que ele te trata?
Cavalo: Muito bem. Escova-me regularmente, trata-me dos parasitas e construiu-me um estábulo para eu não ficar à chuva e ao frio. 
Índio: (com os olhos esbugalhados) 
Cowboy: Importas-te que fale com a tua ovelha? 
Índio: Ovelha mentir.
Um puto pergunta ao pai: 
- Ó pai, o que é a realidade virtual? 
- Bem, isso é um pouco difícil de explicar - respondeu o pai - Vamos ver um exemplo. Vai perguntar à tua irmã se por 500 contos ela é capaz de dormir com o vizinho aqui do lado. 
O puto assim fez. Chegou ao pé da irmã e perguntou: 
- Ó mana, por 500 contos tu eras capaz de dormir com o vizinho do lado? 
- Sim, respondeu a irmã, por 500 contos era capaz. Dormia, sim. 
O puto voutou para junto do pai e contou-lhe o resultado da consulta à irmã. Então o pai mandou-o fazer a mesma pergunta à mãe. O puto assim fez: 
- Ó mãe, por 500 contos tu eras capaz de dormir com o vizinho do lado? 
- Bem, respondeu a mãe, por 500 contos eu era capaz. 
O puto voltou junto do pai e disse: 
- Ó pai, a mãe também disse que sim! 
- Estás a ver, meu filho, virtualmente nós temos 1000 contos cá em casa. Na realidade temos duas putas. 
Ao entrar para a nave que o levaria à lua, Armstrong acenou para e multidão e disse: "Boa sorte, Sr. Miller!" 
Os jornalistas presentes ficaram intrigadíssimos e, quando ele regressou perguntaram-lhe: 
- Senhor Armtrong, o quê que o Sr. queria dizer com aquela frase que proferiu antes do embarque? 
Aí, Armstrong colocou um ar muito sério e respondeu: 
- Vocês vão-me desculpar, mas isso é uma questão muito pessoal, de modo que não vou responder. Vocês desculpem lá , mas isso é do meu foro íntimo. 
Passados muito anos, um dos jornalistas presentes encontrou Armstrong na praia resolveu abordá-lo: - Sr. Armstrong, agora que já passaram tantos anos o sr. bem que poderia satisfazer a minha curiosidade. Afinal o que quis dizer com aquele "boa sorte sr. Miller"? 
- Ó pá, você desculpe lá , mas como eu disse na altura, isso é um assunto pessoal e eu não gostaria de falar sobre ele. 
- Mas, retorquiu o jornalista, isso já  foi há tantos anos, eu não vou publicar porque a noticia perdeu todo o interesse. É mesmo só para satizfazer a minha curiosidade. 
- Bem, sendo assim, disse Armstrong, eu vou contar: 
Sabe, quando eu era puto a minha casa ficava mesnmo ao lado da casa dos Millers. E um dia, enquanto em brincava no jardim, ouvi a mulher do sr. Miller gritar: "Sexo oral? Nem penses, só quando este tipo aqui do lado puser o pé na lua!"
Uma mocinha de 12 anos disse para a de 15: 
-A minha macaquinha já tem pelinho! 
-E a minha já come banana, respondeu a outra.
O menino Juselito chegou todo orgulhoso a casa e disse ao pai:
-Esta noite fudi pra caralho! 
- Então deves estar muito cansado, disse o pai. 
-Não, não. Não estou nada. O Faustino é que está. Eu, muito esperto, fiquei só deitado de bruços. Ele é que ficou a fazer o vai-vem.
-Não vai doer nada, querida. É só a cabecinha. 
-Não sei não, o caralho não tem ombros...
Quatro amigos conversavam sobre os filhos. 
-Eu tenho cinco garotos. Uma equipa de basket completa! - gaba-se o primeiro. 
-Eu tenho seis! IUma equipa de vólei! - diz o segundo. 
-Grande coisa. Eu tenho onze! Uma equipa de futebol! - exagera o terceiro. 
Como o quarto ficava calado, os outros perguntaram. E tu, quantos filhos tens? 
-Filhos? Nenhum. Mas mulheres tenho dezoito. Um campo de golfe oficial! 
Um detective estava à conversa com um amigo numa esplanada, quando três mulheres se sentaram a uma mesa cada qual a comer uma banana. 
-Tu viste aquelas mulheres? Perguntou o amigo. 
-Vi, mas não conheço nenhuma. Nem a prostituta, nem a freira, nem a recém casada. 
-Como diabo é que tu sabes a profissão delas? Perguntou o amigo. 
-É fácil, respondeu o detective. É só ver a maneira como elas comem a banana. A prostituta engole a banana de uma só vez. A freira como aos poucos, em pedacinhos. 
-E a recém-casada, como foi que descobriste? 
O detective colocou a mão na nuca e, fingindo segurar uma banana na outra mão empurra a cabeça na direção da banana imaginária, com a boca aberta!
-Mãezinha, estou muito decepcionada com o Chico. Há uma ano que estamos casados e ele não quer variar. 
-Dá tempo ao tempo, minha filha. Vais ver que um dia ele pede-te para virar. Vai aproveitando. 
-Não, mãe. Ontem à noite eu insinuei que queria virar e ele ficou muito chateado. Disse que se virasse podia emngravidar.
O Manel pergunta ao patrão: 
- Sr. Joaquim, o sr. poderia dispensar-me esta tarde? É que a minha mulher vai ter um filho. 
-Ó homem, se é por causa disso está dispensado. 
No dia seguinte, ao ver o Manel, o sr Joaquim, o patrão, perguntou: 
-E então, correu tudo bem? É menino ou menina? 
-Correu tudo muito bem, obrigado. Mas para saber se é menino ou menina vamos ter de esperar nove meses!
- O Sr prefere o sexo oral ou o sexo anal ? 
- O oral, é claro. É muito melhor de hora em hora que uma vez por ano... 
Três ilustres membros da sociedade estava a definir o amor: 
O Médico: É, sem dúvida alguma, uma doença, pois acaba sempre na cama. 
O Político: É uma democracia, pois tanto dá prazer quando se está por baixo como quando se está por cima. 
O Matemático: é uma expressão algébrica, pois eleva um membro à sua potência máxima, fecha-o entre parêntesis, extrai-o até à raiz e redú-lo ao mínimo.
- Mamae, posso ir acampar com o meu namorado, posso? 
- Podes filha, mas tem cuidado. Vai haver uma altura em que ele vai querer saltar-te para cima. Não o deixes fazer isso que isso desonra a nossa família. 
Na volta: 
Mamãe, be que a senhora me avisou. De madrugada ele tentou subir em mim, mas eu fui mais rápida. Subi nele primeiro e desonrei a família dele.
Um tipo convidou o amigo para um cruzeiro pelas ilhas gregas. 
- Olha, pá! Este cruzeiro vai cheio de mulheres boas. E nós somos os únicos homens! É melhor ires abastecer-te ali à farmácia. 
O amigo foi à farmácia e quando voltou disse: 
- Pronto. Já fui! comprei um preservativo e um comprimido pró enjoo! 
- Só um? - perguntou o outro - Aquilo vai estar cheio de mulheres boas! E olha que são quinze dias! 
O amigo voltou à farmácia e pediu a mesma dose. Voltou e disse: 
- Já está! Comprei mais um preservativo e outro comprimido! 
- Tu és parvo, ou quê? Isso não dá pra nada! Vão ser 15 dias no meio de mulheres boas! 
O amigo voltou à farmácia e pediu mais um preservativo e um comprimido pró enjoo. Aí, o farmaceutico, estranhou e perguntou-lhe: 
- Desculpe, eu sei que não tenho nada com isso, mas se você enjoa, porque é que insiste? 
Uma sandwich entra num bar e pede uma cerveja. O barman responde: "desculpe, mas aqui não servimos comida!" 
Um tipo entra num bar e pergunta ao empregado se quer ouvir uma anedota de alentejanos. 
O barban responde: "o tipo ali ao canto é alentejano. O que está no outro canto também é alentejano. Aquele ali sentado é alentejano, assim como o que está ao lado. E eu também sou alentejano. Você AINDA quer contar essa anedota de alentejanos? 
"Não", respondeu o tipo. "Não quero ter de explicá-la 5 vezes!" 
Um tipo entrou no combóio, correu para janela e gritou para o casal que o acompanhara: 
-Tchau, Paulo! Adorei o fim de semana! A tua mulher e ótima na cama, muito boa mesmo! 
Intrigado, o passageiro do lado não conteve a curiosidade e disse: 
-Desculpe. Não me leve a mal, mas o senhor disse mesmo ao tipo que a mulher dele é boa na cama? 
O outro confessou baixinho: 
-Sabe como é... Ela até que é bem ruinzinha, mas eu não quis ofender o Paulo.
Certo dia, um homem e uma mulher encontraram-se num elevador. Ela carrega no 2º e ele no 5º. 
Ela pergunta: 
-O senhor não está aqui para dar sangue, pois não? Pagam-me 1000 escudos por cada cc. 
-Não, responde ele. Estou aqui para doar esperma. Pagam-me 5000 escudos pr cada cc. 
Passado um mês voltam a encontrar-se no mesmo elevador. Ela carrega no 5º e ele diz-lhe: 
-Desculpe, mas a senhora enganou-se a carregar no andar. 
Ela respondeu negativamente, abanando a cabeça, sem poder abrir a boca.
-Mestre, como é que eu sei realmente se sou homem? 
Confúcio pôs-lhe a mão na cabeça e disse: 
-Para saberes se és realmente um homem, tens de por as mãos no meio das pernas e encontrar duas bolas. Porém, se encontrares 4 bolas não penses que és um super-homem. Na realidade estarás somente a ser enrabado.
P: Como é que um paneleiro tira o preservativo? 
R: Com um peido.
Certo dia, três amigos foram apanhados por uma grande tempestade e tiveram de dormir numa única cama de casal da única casa que descobriram para se abrigarem. Como o tipo que ficou no meio tinha um hálito bastante forte, ficou combinado que sempre que quisesse falar, tocaria nos ombros dos outros e estes enfiavam a cabeça debaixo das mantas. 
A meio da noite, o tipo do meio acordou e tocou no ombro dos outros. Estes enfiaram imadiatamente a cabeça debaixo das mantas. Então o tipo diz: Peidei-me!
P: Qual é a diferença entre um gato e um tijolo? 
R: Atira os dois contra um muro. O que miar é gato.
-A minha mulher fugiu com o meu melhor amigo. 
-Sim? E quem é ele? 
-Não faço a menor ideia. Só sei que agora é o meu melhor amigo.
Um curioso estava à porta do cemitério quando viu entrar três caixões e, logo atrás um tipo muito bem vestido com um cachecol de gesso ao pescoço. Curioso como era chegou perto do tipo e perguntou-lhe: 
-Eh pá, quem era o tipo da frente? 
- Esse era o meu sogro, que deus tenha.... Era pôdre de rico. Tinha milhões no banco e propriedades no Alentejo. 
-E o segundo? 
-A minha sogra, coitada. Herdou uma enorme fortuna da família. Já era muito rica antes de se casar. 
- E o último, também o conhecias? 
-Era a minha mulher, que descanse em paz. Era filha única, herdeira única... coitada, morreu... 
-Ah, agora entendi. Tu também ias no carro quando se deu o desartre. Por isso andas com isso ao pescoço. 
-Tu estás doido ou quê? Deus me livre! Eu só mandei fazer esta merda para ver se consigo parar de rir!
Um tipo, no seu lindo Ferrari, conduzia a alta velocidade quando encontrou uma placa que dizia: "Reduza a 70 km". Um pouco contrariado, o tipo passou a rodar a essa velocidade. Possando um bocado encontrou outra placa que dizia: "Reduza a 50 km". Embora sem ver qualquer motivo para isso, o tipo reduziu a velocidade. Um tanto mais à frente outra placa. Desta vez dizia: "Reduza a 10 km". Puto da vida, o tipo passou a andar a 10 km hora. Passado muito tempo, encontrou outra placa que dizia: "Bem-vindo a Reduza"!
Um alentejano perguntou a um lisboeta: 
-É verdade que lá por lisboa só tem macho? 
-É verdade sim, respondeu o lisboeta mostrando o peito. E no Alentejo, também tem macho? 
-Bem, lá tem machos e fêmeas. São tão boas....
Um anão entrou na casa de banho de uma estação de serviço. Só tinha um preto a mijar. Aí, o anão pediu ao preto: 
-Por favor, podias pôr-me em cima de um banquinho para eu poder mijar? 
O preto acedeu e colocou o anão em cima de um banco. 
Então o anão olhou para o lado e disse: "xiiii... posso pegar um pouquinho nessa pichota? é que a minha é tão pequenina... é só pra ver como é a sensação"! 
-Está bem, disse o preto. Mas só um bocadinho. 
-Deixa-me pegar um pouquinho também no teu saco... o meu é tão pequenino..., insistiu o anão. 
-Está bem, mas só um pouquinho..., disse o preto. 
-Isto é um assalto, disse o anão. Passa pra cá a massa toda senão salto do banco!
Realizou-se um campeonato de paneleiros, para ver quem tinha o cú mais sensível. 
Veio o primeiro e enfiaram-lhe uma caneta bic. Com uma voz fina, o tipo disse: "Ai, deixa eu ver... Caneta bic ponta fina". Porra, até na ponta acertou! 
Veio o segundo e enfiaram-lhe uma lapiseira. Com vos finíssima o tipo disse: "Ai, deixa eu ver.. Lapiseira 0.7" UAAAAU! gritou a assistência. Até na espessura acertou! 
Veio então o terceiro, e um dos jurados que ia a passar entornou o café em cima do cú do tipo. E o tipo, com voz super fina: "Aaaaaaaiiiiiiiiiii...... Está sem açúcar".
Um panasca era louco pelo dentista, mas não sabia como fazer para o conquistar. Depois de muito matutar teve uma ideia luminosa. Foi ao médico, e este disse-lhe: 
-Entre, por favor. Qual é o seu problema? 
-Estou com uma terrível dor no meui do meu rabinho! 
O médico, meio espantado, disse-lhe: 
-Vamos lá ver isso. Tire a roupa e ponha-se de quatro em cima daquela cama. 
O panasca assim fez. O médico começou a examiná-lo e reparou num caroçozinho bem no meio do cú. Começou a puxar e saiu um espinho. Puxou mais e saiu uma folha. continuou a puxar, a puxar... era uma rosa! Espantado, o médico perguntou: 
- Mas o que é isto? 
O panasca olhou para trás rebolando o traseiro e disse: 
-É ééé.. proóóóóó sseennnhhhooooorrrrr!
Um tipo passou por tudo o que era sinal vermelho. Um polícia mandou-o parar e disse: 
-Bonito, hein? 
-Bonito e veloz! 
Sabe que posso tirar-lhe a carta de condução? 
-Não vejo como. Eu ando há dois anos a ver se a tiro e ainda não consegui. 
-Engraçadinho. e o cinto de segurança? 
-Está no porta mala a segurar uma botija de gáz. 
Então o polícia, já irritado, perguntou à fulana que ia ao lado: 
-ele é sempre assim engraçadinho? 
-Não, senhor guarda, só quando está bêbado!
-Ontem salvei o meu pai de um assalto! 
-Apanhaste o ladrão? 
-Não. Tirei o dinheiro da carteira dele antes do ladrão.
Uma mulher entrou num bar com um cão debaixo do braço. 
barman: Onde arranjaste esse porco? 
mulher: Não é um porco, é um cão! 
barman: Eu não estava a falar contigo. Estava a falar com o cão.
O que o é que o C diz para o Ç
Estás a cagar, hein irmão!
No notário, uma mulher assina o seu nome: "Maria Correia de Jesus". 
O escrivão diz: - Ah, a sua família tem Correia no meio, não é ? 
- Só os homens, responde a fulana
Receita para matar uma formiga: 
Coloca em cima da mesa, por esta ordem, um pouco de sal, uma garrafa de gin, um palito e uma pedra. 
A formiga vai vê o sal, vai pensar que é açucar e vai comer. Depois fica com sede. Vê a garrafa de gin, pensa que é água e bebe. Fica bêbada, tropeça no palito, bate com a cabeça na pedra e morre de traumatismo craneano.
Um beduíno ia a passar no deserto qunado encontrou um homem, completamente nú, deitado de barriga para cima e de pau duro. 
Estranhando, perguntou ao sábio: 
- Eh pá, o que é que estás a fazr aí assim? 
- Estou a ver as horas pelo sol, respondeu o outro. 
O beduíno continuou a caminhada, deveras impressionado com a inteligência do tipo. Na volta, voltou a encontrá-lo, mas desta vez o gajo estava a masturbar-se. Não resistindo, perguntou: 
- Então, estás outra vez a ver as horas? 
- Não, respondeu o outro, estou a dar corda ao relógio!
Dois coelhos, pai e filho, estavam a discutir 
- Meu filho, tu nunca vais chegar aos meus pés. Eu fodo muito mais que tu e tenho muito mais experiência.
- Nada disso, pai, você está velho, cansado, eu tenho muito mais vigor, fodo muito mais! 
- Sempre quero ver isso, disse o pai coelho. 
Alinharam uma fila de 100 coelhas, em frente e cada um foi fodendo como podia, a ver quem chegava primeiro ao fim. 
O pai coelho: com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença, obrigado, com licença.... 
O coelho filho: comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, comlicençaobrigado, com...
Um tipo entrou numa farmácia e comprou um caxa com seis preservativos. Abriu a caixa e deitou três no caixote do lixo. Espantado, o farmaceutico perguntou: 
- Porque foi que o sr. fez uma coisaa dessas? 
- Estou a tentar largar o vício.
Uma fulana entra numa farmácia e diz: 
- Por favor, pode dar-me uma compressa? 
- Agora estou um pouco ocupado, diz o farmaceutico, mas venha cá logo às 18 horas que eu dou-lhe duas com vagar.
Dois amigos encontram-se num bar: 
- Que raio de cara é essa, andas chateado? 
- Nem queiras saber, estou na maior fossa. 
- Não digas isso. Olha, eu tenho um bom remédio para essas coisas. Quando me sinto assim, vou a casa, dou duas bem dadas na minha mulher e no dia seguinte estou ót. Tenho um remedio otimo para isso, quando estou assim vou para casa e dou duas bem dadas com minha mulher, e fico ótimo! 
- Boa ideia, pá. Será que a tua mulher está em casa agora?
Uma repórter do Jornal da noite da SIC estava na estação do Rossio a perguntar às pessoas do que é que elas mais gostavam. 
- O senhor aí, pode dizer-me qual é a coisa de que mais gosta? 
- Cú co leite condensado! 
- O senhor podia ser um pouquinho mais discreto, estamos numa emissão em directo. 
- Eu disfarcei, minha senhora. Eu até nem gosto de leite condensado.
Numa entrevista recente a um jornal diário desportivo, um famoso jogador de futebol pôs o país de boca aberta. Primeiro assumiu-se como bissexual e depois afirmou não ter nada contra o sexo anal. Confrontado com essa afirmação, afirmou perante as camaras de televisão: 
- Eu provo que sou bissexual, pois só tive duas mulheres na vida. Quanto ao sexo anal, não tenho nada contra, mas prefiro o semanal!
Umtipo entra num bar e vê uma fulana deslumbrante. Chega perto dela e diz: 
- Olá, tu não queres dar uma queca comigo? 
A fulana dá-lhe um estaladão na cara, enfia-lhe uma garrafa pela cabeça abaixo e, quando ele cai, dá-lhe vários pontapés nas costas e na barriga e afasta-se. Passado um tempo, o tipo levanta-se a custo e chega novamente perto dela: 
- Uma chupadinha está fora de questão...
Dois caçadores foram atrás de uma raposa que se escondeu na toca. Um dos caçadores ainda consegui agarrá-la pelo rabo e começo a puxar, mas ela não saía. Puxava, puxava, mas nada. Não havia meio dela sair. Então um dos caçadores teve uma ideia luminosa e disse pró outro: "enfia-lhe um dedo no cú que ela sai". O outro fez isso e a raposa, zás! Num ápice saíu da toca. Subiu para cima de um pinheiro e disse: "Mas afinal vocês vieram aqui para caçar ou pra me foder"?
- Sabes qual é a semelhanca entre uma mulher, uma laranja e um alicate? 
- Porra! Não me digas que agora também já chupam alicates!
Um tipo entra num urinol público para fazer uma mijinha. No urinol do lado estava um corcunda. O tipo olhou, não resistiu e disse: 
- Você desculpe, e olhe que eu não sou panasca, nada disso, mas você tem uma picha tão lindinha, tão lindinha que até eu era capaz de a chupar! 
- E porque é que você acha que eu sou corcunda?
O sádico: Bate-me, bate-me, bate-me... 
O masoquista: Não bato, não bato, não bato...
- Qual é a diferença entre os testículos e as testemunhas de jeová? 
- Nenhuma! Andam sempre em duplas e nunca conseguem entrar.
Com duas mulheres é... bigamia 
Com cinco mulheres é... poligamia. 
Com uma mulher é... monotonia. 
Um tipo entra no metro e diz: 
Eu quero um cu! 
Como toda a gente olhou pra ele, disse: 
Obrigado, mas só quero um!
P: Qual nasceu primeiro, a masturbação masculina ou a feminina? 
R: A masculina, pois é manual. A feminina é digital.
 
Voltar à Página AnteriorVoltar ao Menú Principal